FOTO CAPA

NO SUFOCO

Postado às 22h46 deste domingo, 24 de fevereiro de 2013

Após três rodadas sem conquistar os três pontos, o Peixe sofreu muito, mas voltou a vencer. Para pouco mais de cinco mil pagantes, o Santos bateu de virada o XV de Piracicaba por 2 a 1 no Estádio da Vila Belmiro. Os gols do time praiano foram marcados pelo centroavante André.

O primeiro tempo do time de Muricy Ramalho foi um show de horrores. Sem padrão tático, sem força ofensiva, o time do interior bem dirigido pelo seu treinador, o ex-goleiro do Santos nos anos 90, Sérgio Guedes, mostrou muito mais organização nos três setores (ataque, meio-campo e defesa) e o time alvinegro com deficiências gritantes, pouco agrediu nos primeiros 45 minutos de partida, ao ponto do zagueiro Edu Dracena dizer na saída para o intervalo:
"Temos que melhorar muito, porque senão não vamos vencer o XV" esbravejou o capitão santista.
Pelé e Neymar, que estavam na Vila Belmiro, em seus respectivos camarotes não devem ter gostado nenhum pouco do que viram na etapa inicial.

Nada é tão ruim que não possa ficar pior e o “frango quase azedou”, quando Césinha marcou o primeiro gol da partida para o time de Piracicaba.  Quando o desespero já tomava conta, um pênalti para o time alvinegro aos 25 minutos da etapa complementar, convertido por André. Em seguida, Muricy Ramalho colocou Patito na vaga de Cícero que fazia uma partida bem abaixo do que vinha rendendo. Apesar do argentino não ser dono de grande qualidade técnica, o atual tri-campeão paulista ganhou mais mobilidade em campo e deu certo.

O menino Giva, que fez uma estreia muito interessante, o melhor jogador santista da partida, desviou um cruzamento e André que tinha perdido três oportunidades, guardou mais um e selou a vitória que dá animo, uma semana de treinamentos mais tranquila antes do clássico e apenas isso. É visível que o time do Santos está há anos luz de um time compacto, organizado e que inspire confiança para o seu torcedor.

Para o jogo do próximo domingo (3), contra o SCCP no Estádio do Morumbi, o volante Renê Junior será desfalque certo, pois recebeu o terceiro cartão amarelo e tem de cumprir suspensão. Em compensação Neymar, que cumpriu suspensão contra o “Nhô Quim”, retorna a equipe. O atacante Miralles, outro que desfalcou o Santos neste fim de semana, volta a treinar na terça-feira (26) e estará apto a ficar a disposição do técnico Muricy Ramalho.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 1 XV DE PIRACICABA

LOCAL: Vila Belmiro, em Santos (SP)
DATA/HORA: Domingo, 24 de fevereiro - 18h30
ÁRBITRO: Aurélio Santanna Martins
TRANSMISSÃO: Super Rádio TUPI/SP – 1150 AM
Renda/Público: R$ 139.590 /  5.103 pagantes
Cartões Amarelos: Vinícius Bovi, Luiz Eduardo (XVP); Renê Júnior, Arouca (SAN)
GOLS: Cesinha, aos 6'/2ºT (0-1); André, aos 25'/2ºT (1-1); André, aos 28'/2ºT (2-1)

SANTOS: Rafael, Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Cícero (Patito - 19'/2ºT) e Montillo (Marcos Assunção - 42'/2ºT); Giva (Felipe Anderson - 33'/2ºT) e André. Técnico: Muricy Ramalho

XV DE PIRACICABA: Bruno Fuso, Vinícius Bovi, Cesinha, Luiz Eduardo e Gustavo (Adriano - 33'/2ºT); Adilson (Léo Mineiro - 39'/2ºT), Jairo, Diego Silva (Bruno Gaúcho - 33'/2ºT) e Diguinho; Márcio Diogo e Paulinho. Técnico: Sérgio Guedes.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Rafael: Fez duas fantásticas defesas na primeira etapa. Levou azar no gol de Cesina – 5,0
Bruno Peres: Deixou espaços na marcação e não apoiou – 4,5
Edu Dracena: O melhor da defesa, digno dos elogios do treinador na coletiva: “Nem parece que ele esteve ausente durante tanto tempo” . – 6,5
Durval: Falhou no lance do gol do XV ao tentar deixar o adversário em impedimento. Deveria ter acompanhado – 5,0
Léo: Apenas marcou – 5,0
Renê Júnior: Não repetiu as ótimas atuações do início da temporada, até passes curtos errou – 5,0
Arouca: Tinha de ter saído mais para o jogo, já que não era o primeiro volante – 5,0
Cícero: Outro que deveria ter saído mais pro jogo – 5,0
(Patito): Entrou pelo lado esquerdo com a sua conhecida velocidade. Botou fogo no jogo – 6,5
 Montillo: Mais uma rodada e o argentino ainda não estreou – 5,0
(Marcos Assunção): Jogou apenas cinco minutos com os acréscimos – sem nota 
Giva: Muita personalidade, abriu espaços. Há muito tempo, eu não via uma estreia com tanta produtividade como o jovem teve. Vai brilhar se tiver mais oportunidades – 7,0
(Felipe Anderson ): Outro que entrou muito bem no jogo, apesar de ter atuado apenas 15 minutos – 6,5
André: Matador é assim. Perdeu três e marcou dois – 7,0
Técnico: Muricy Ramalho – Demorou muito para mexer e não consegue dar padrão ao time santista. Hoje (ao contrário do ano passado) ele tem material humano, por isso tem de ser cobrado. Não está em grande fase – 4,5

Para você amigo internauta ligado no Blog do Ademir Quintino:
Curta a Fan Page do blog:
http://www.facebook.com/BlogdoAdemirQuintino



- Produção da Agência Marítima Soluções
 

 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by