FOTO CAPA

ATÉ 15 JOGOS DE SUSPENSÃO

Postado às 11h27 desta quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Neymar será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP) na próxima segunda-feira, dia 25 de fevereiro, a partir das 18h. O atacante poderá ser punido com até 15 partidas de suspensão. Se pegar dois jogos de suspensão é o suficiente para que o melhor jogador das Américas desfalque o Santos no clássico contra o Corinthians, marcado para o dia 3 (local ainda indefinido, pois o Estádio da Vila Belmiro levou punição de uma partida e a direção do clube está recorrendo). 

O camisa 11 do Peixe foi incurso em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). No 250, por "praticar ato desleal ou hostil durante a partida, prova ou equivalente", ele pode pegar suspensão de uma a três partidas. O atacante ainda foi incurso no artigo 254-A,§ 1º,II, acusado de "praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente, como desferir chutes ou pontapés, desvinculados da disputa de jogo, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido", que prevê suspensão de quatro a 12 partidas. As duas punições serão somadas pelos auditores em caso de gancho. 

Tudo isso, porque na derrota do Santos por 3 a 1 para a Ponte Preta em Campinas, no último domingo (17), o camisa 11 do Santos foi expulso e o árbitro Luiz Flávio de Oliveira carregou na sumula da partida qual a razão de ter expulso a jóia:
“... Por haver após a marcação de uma falta contra a sua equipe, desferido um chute entre as pernas de seu adversário de n°02 (Artur). Cumpre-me informar que após ser segurado pelo rosto o referido jogador, desfere dois tapas no braço deste adversário. Antes de deixar o campo de jogo o jogador referido retira a sua camisa. Saliento que fui informado sobre os fatos da expulsão pelo AAAD1 sr. Rodrigo Braghetto". 

 Já os jogadores da Ponte Preta, Artur (que também foi expulso juntamente com Neymar) e Cléber, que estavam no lance da confusão, podem pegar apenas de um a três jogos de suspensão, foram incursos apenas no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça. As informações são do site da Justiça Desportiva.

Sem querer ser vitima de perseguição ou algo parecido, sinto que vão fazer de tudo para que o Peixe não conquiste o inédito título de tetra campeão estadual.
.
- Produção da Agência Marítima Soluções, Direção de Felipe Takashi.





 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by