FOTO CAPA

MENOS POSSE DE BOLA, PORÉM MAIS TRÊS PONTOS

Publicado à 01:13 desta quinta-feira, 21 de julho de 2022

(*) Por Pedro La Rocca

Nesta quarta-feira (20), o Santos recebeu o Botafogo, na Vila Belmiro, em partida válida pela 18ª rodada do Brasileirão. Os três pontos, ficaram na baixada santista, após vitória por 2x0 do Peixe. Léo Baptistão e Marcos Leonardo marcaram os gols do Alvinegro.

Na tarde desta quarta-feira (20), o Santos anunciou a contratação do Lisca, para ser o novo técnico do Peixe (informação inicialmente divulgada pelo Blog do Ademir Quintino). Portanto, esta foi a última partida do Marcelo Fernandes como interino, neste momento de transição entre Fábian Bustos e Lisca.

O começo de partida do Santos, foi bem abaixo do esperado. Ao mesmo tempo que o Peixe entrou com as linhas baixas, muitos espaços eram cedidos à equipe carioca, que foi quem esteve mais perto de abrir o placar no começo de jogo.

O adversário teve bola na trave, obrigou o João Paulo a fazer defesas difíceis. O buraco na linha defesa do Alvinegro era grande, explorado muitas vezes, porém as chances cedidas pelo Peixe não foram convertidas em gol.

O Santos conseguia poucas oportunidades de ataque, porém quando tinha, levava perigo. Aos 33 minutos, após cobrança de falta de Bruninho e bate-rebate dentro da área, a bola sobra para Baptistão que empurra para a meta. A abertura do placar foi importante para subir de produção, mesmo que de forma leve.

No resto da primeira etapa, o Peixe preferiu controlar o jogo, fazendo a manutenção da posse de bola. Foram menos espaços cedidos, porém ainda era preciso evoluir defensivamente para os 45 minutos finais.

As linhas baixas vistas na primeira etapa permaneceram, porém a qualidade na marcação melhorou. O Santos voltou a campo buscando um contra-ataque, para que liquidasse o placar. 

O Santos, mesmo com um número de finalizações menor em relação ao adversário (6x10 no segundo tempo), começou a dar mais dor de cabeça à defesa rival, que estava muito exposta.

Depois de inúmeros contra-ataques bons, porém pecando na finalização, o Peixe marca aos 32 minutos. Após Luiz Felipe afastar a bola da área, Marcos Leonardo toma a frente do zagueiro e sai mano a mano com o goleiro paraguaio, Gatito. O Menino da Vila não perdoou e aumentou o placar.

Não foi uma partida perfeita do Peixe, porém aproveitou as oportunidades, soube explorar as falhas do adversário e evoluiu durante a partida. O Santos teve menos posse de bola (36%x64%), deu muitos espaços, mas soube se virar. 

O Peixe volta a campo neste domingo (24), quando enfrenta o Fortaleza, fora de casa. A partida vai marcar a estreia do Lisca no comando Santista.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 BOTAFOGO

Competição: Campeonato Brasileiro, 18ª rodada

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Ramon Abatti Abel

Cartões amarelos: Zanocelo, Rodrigo Fernández (Santos); Marçal, Luís Castro (Botafogo)

GOLS: Léo Baptistão, aos 32 do 1ºT, e Marcos Leonardo, aos 31 do 2ºT (Santos)

SANTOS: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Bauermann e Felipe Jonatan; Zanocelo (Camacho), Rodrigo Fernández e Bruno Oliveira (Sánchez); Ângelo (Lucas Barbosa), Marcos Leonardo e Léo Baptistão (Patati).
Técnico: Marcelo Fernandes

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Saravia, Kanu, Philipe Sampaio e Marçal; Luís Oyama (Eduardo), Tchê Tchê, Lucas Fernandes (Erison) e Jeffinho (Gustavo Sauer); Vinícius Lopes (Lucas Piazon) e Matheus Nascimento
Técnico: Luís Castro

Bauermann fez sua melhor partida com a camisa do Peixe

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS


João Paulo - Com 10 defesas (seis dentro da área), salvou o Peixe nesta partida. - 8,0

Madson - Limitando-se à defesa, ainda sofre na marcação. - 5,5

Luiz Felipe - Oscilou bastante durante a partida. - 5,0

Bauermann - O melhor jogador em campo. O zagueiro foi o que mais ganhou divididas e bloqueou chutes, entre as duas equipes (sete e quatro, respectivamente). - 8,5

Felipe Jonathan - Foi bem com a bola nos pés, trabalhando como lateral construtor. Muito bem na marcação. Um dos melhores da partida. Deve crescer o futebol com a chegada do novo técnico com quem já trabalhou. - 7,0

Fernández - Ocupa o espaço de meio-campo defensivo muito bem. Marca por três jogadores. - 6,5

Zanocelo - Um começo de partida muito ruim, mas aos poucos evoluiu na partida. Não cobria seu espaço no momento defensivo, gerando muito espaço ao adversário. - 4,5

Bruno Oliveira - Como armador, fez seu papel. - 6,0

Ângelo - Pela idade, ainda vai oscilar muito, principalmente nas tomadas de decisão. - 5,5

Baptistão - Autor de um dos gols, voltou a jogar bem. - 7,0

Marcos Leonardo - Quando recebe a bola limpa, ele guarda. Marcou no seu centésimo jogo com a camisa do Alvinegro. - 7,5

Sánchez - Melhorou os contra-ataques do Peixe, sendo mais vertical nos passes. - 6,5

Patati - Ainda que recém chegado ao profissional, é incisivo no ataque, e vai para cima da marcação, sem medo de errar. - 6,0

Lucas Barbosa - Ajudou na recomposição no lado direito. - 6,5

Camacho - SEM NOTA

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha




 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by