FOTO CAPA

ATUAÇÃO VERGONHOSA DENTRO DE CASA



Publicado às 22:36 deste sábado, 02 de junho de 2022

(*) Por Pedro La Rocca 
Mais que o resultado, uma atuação rídicula do Santos definiu o resultado da partida, neste sábado (02). Dentro da Vila Belmiro, o Alvinegro perde por 2x1 para o Flamengo. Zanocelo, de falta, marcou o gol do Peixe. Pedro e Gabriel fizeram os gols da equipe carioca.

Depois de ter 10 desfalques no meio de semana, o Peixe teve a volta de 6 deles. O Peixe entrou com o time quase completo, com excessão do Fernández (suspenso). Camacho novamente ocupou seu lugar. Felipe Jonathan e Lucas Braga ganharam chance como titulares.

A postura do Santos, durante os 90 minutos, não foi diferente. A partida já começa completamente desfavorável ao Peixe, que mal ficava com a bola e dava muito espaço ao adversário, principalmente do lado esquerdo, onde o Flamengo tinha tapete vermelho para produzir seus ataques.

Além disso, o time se mostrava muito desorganizado, com linhas de marcação desalinhadas, falta de comunicação entre os jogadores. Era jogo de um time só na Vila mais famosa do mundo. Como balde de água fria, o Peixe leva o gol aos 18 minutos de partida.

Após triangulação pelo lado direito do ataque rival (esquerdo Santista), Everton Ribeiro recebe na linha de fundo e cruza para Pedro, sozinho na pequena área. Só no lance do gol tivemos: marcação à distância, ultrapassagem livre e jogador sozinho dentro da pequena área. Três pontos que são facilmente explorados contra uma defesa taticamente frágil como a do Santos.

O sistema ofensivo, estava sumido em campo. Transições mal feitas, o adversário sempre em superioridade numérica. Qualidade técnica apresentada era extremamente abaixo do esperado. O adversário estava mais à vontade do que o Santos, jogando dentro da Vila Belmiro.

Até o final da primeira etapa, a postura não mudou. O adversário sempre chegava em superioridade no ataque, o meio-campo não dava combate algum, assim como a linha de zaga. O placar só não foi ampliado, porque não converteram as chances, algo que o Santos oferecia de mão beijada. O Peixe tinha de melhorar muito, se quisesse ao menos brigar pelo empate.

Com o resultado negativo até então, o Santos precisava ter a bola para tentar buscar o empate. Não aconteceu. O início da segunda etapa, foi da mesma forma que os 45 minutos iniciais. Quem dominava a partida eram os visitantes. O João Paulo salvou ao menos duas vezes nos primeiros 15 minutos do segundo tempo.

A partir daí, o Santos resolveu ter a bola no campo ofensivo, mas era pouco agressivo e não chegava na área rival. Até que, uma falta é marcada um pouco à frente da intermediária. Zanocelo bate e acerta um bonito chute, contando com a ajuda do goleiro Santos, aos 21 minutos. Poderia ser um recomeço para o Peixe.

Mas não foi o que aconteceu. Sete minutos depois do empate Santista, aos 28, o Flamengo faz o segundo, com Gabriel. O Peixe perde boa chance de gol e oferece contra-ataque. Com a defesa desarrumada, como foi durante toda partida, o rival não perdoou e marcou o gol da derrota Santista.

Desorganização ofensiva, falta de presença no ataque, substituições erradas (Goulart e Sánchez jogando juntos, com dificuldades físicas, Bruno sem jogar junto com Ângelo). Três pontos corriqueiros nos jogos do Peixe. Nos últimos 12 jogos, apenas uma vitória contra o 19° colocado, o Juventude. O time, além de não evoluir em nenhum aspecto, não consegue competir com qualquer que seja a equipe adversária.

Em todas as partidas, fica a impressão de que o Santos têm jogadores à menos em campo. Não tem combate na marcação e não tem jogadas ofensivas. As ações ofensivas do Peixe, são facilmente combatidas, por serem óbvias. Não há repertório, seja na defesa, seja no ataque.

Essa derrota foi vergonhosa, pelo jeito que o Santos entrou em campo. Deixou o adversário passear em campo, dentro da Vila Belmiro. Postura totalmente contraditória ao tamanho da camisa do Santos Futebol Clube.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 X 2 FLAMENGO

Competição: Campeonato Brasileiro, 15ª rodada

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Cartões amarelos: Felipe Jonatan, Ângelo, Camacho, Zanocelo (Santos); Thiago Maia, Gabriel Barbosa (Flamengo)

GOLS: Zanocelo, aos 21 do 2ºT (Santos); Pedro, aos 18 do 1ºT, e Gabriel Barbosa, aos 28 do 2ºT (Flamengo)

SANTOS: João Paulo; Auro (Rwan), Velázquez, Bauermann e Felipe Jonatan (Lucas Pires); Camacho e Zanocelo (Sánchez); Ângelo (Bruno Oliveira), Marcos Leonardo, Léo Baptistão (Goulart) e Lucas Braga.
Técnico: Fabián Bustos

FLAMENGO: Santos, Matheuzinho, Gustavo Henrique, Pablo e Ayrton Lucas; Thiago Maia, Victor Hugo (Arrascaeta) e E. Ribeiro (Diego); Vitinho (Lázaro); Marinho (Gabriel Barbosa) e Pedro (David Luiz).
Técnico: Dorival Júnior
João Paulo salvou o Santos de levar mais gols


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS


João Paulo - Salvou o Santos de levar mais gols. - 7,0

Auro - Na marcação, comum. No ataque, sequer participou. - 4,5

Velázquez - Perdido em campo, falhou nos dois gols. - 4,0

Bauermann - Sua qualidade cai muito sem o Maicon. - 5,5

Felipe Jonathan - Sem cobertura na marcação. Matheusinho e Matheusinho faziam dois um toda hora no ala santista   - 5,0

Camacho - De primeiro volante, não vai bem, porque não marca. - 4,5

Zanocelo - Não fez uma boa partida, porém fez um bonito gol. Precisa melhorar muito a marcação. - 5,0

Baptistão - Os atacantes recebiam pouca aproximação, com ele não foi diferente. De meia, fica perdido em campo. Tem que jogar de segundo atacante. - 5,5

Lucas Braga - Um dos melhores do Peixe na partida. Desenvolveu jogadas, mesmo sem aproximação dos companheiros. - 6,5

Ângelo - Não foi bem, porém ainda prejudicado por estar muito sozinho pelo setor direito. - 5,0

Marcos Leonardo - Errou em grande parte das bolas que recebeu. Não foi bem. - 5,0

Bruno Oliveira - Mudou o time, com dinamismo. Mesmo jogando de ponta, desempenhou bem quando entrou. - 6,0

Rwan - Precisa jogar de centroavante, novamente escalado de forma errada. - 5,5

Goulart - SEM NOTA

Lucas Pires - SEM NOTA

Sánchez - SEM NOTA

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha 



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by