FOTO CAPA

PEIXE NAS OITAVAS

Publicado à 01h21 desta sexta-feira, 13 de Maio de 2022.
(*) Por Pedro De La Rocca

Nesta quinta-feira (12), o Santos venceu o Coritiba pela terceira fase da Copa do Brasil. Com uma constante evolução no decorrer da partida, o Peixe venceu os paranaenses por 3 a 0, com gols de Marcos Leonardo, Madson e Rodrigo Fernández, que fez seu primeiro gol com o manto alvinegro. Para a próxima fase da competição (Oitavas de Final). O alvinegro espera o sorteio da CBF, para descobrir seu adversário. Os jogos de ida irão acontecer nos dias 22 e 23 de junho e os jogos de volta, nos dias 13 e 14 de julho.

Sem Fabián Bustos, expulso na última partida, o Santos de Lucas Ochandorena (auxiliar de Bustos) entrou com a mesma escalação que venceu o Cuiabá, no domingo (8). Nessa formação, o tome da Vila povoa o meio campo com muitos jogadores já que tem Léo Baptistão, Ricardo Goulart, Vinicius Zanocelo e Rodrigo Fernández, atuando naquela posição, além de Jhojan Júlio que flutua muitas vezes naquela região.

Por isso, teve muita dificuldade de infiltrar na defesa adversária, tendo em vista a falta de profundidade pelos lados do campo, onde o Coritiba possui muitas dificuldades e até conseguiu fazer um gol com Marcos Leonardo, após boa transição ofensiva, porém foi anulado por impedimento Percebendo isso, a comissão técnica fez alterações táticas para o segundo tempo, quando Júlio e Baptistão apareciam mais para dar apoio aos laterais. A partir desses apoios, o peixe começa a criar muitas dúvidas no sistema defensivo do Coxa, e assim sai o segundo gol, onde Lucas Pires recebe grande passe de Vinicius Zanocelo para cruzar ao Madson para cabecear para as redes do gol de Alex Muralha.

Por falar em gol, o primeiro sai a partir de uma falta cobrada na intermediária e após rebatida da defesa adversária, o zagueiro Velázquez acerta um grande chute para defesa de Alex Muralha, mas com muito oportunismo e leitura de jogo, Marcos Leonardo empurra para o fundo do gol para abrir o placar.

Já no terceiro gol, após lindo passe de Lucas Pires, para quebrar a linha de meio campo do Coritiba, Léo Baptistão recebe e ajeita para Rodrigo Fernández, que carrega a bola até ajeitar para a perna esquerda e finalizar sem chances para o goleiro.

Aos poucos, o Santos de Fabián Bustos vai ganhando cara. Já é possível ver uma evolução defensiva linda de se ver, individualmente e taticamente os jogadores estão se doando muito pela marcação e foi possível ver a evolução defensiva da equipe nessa partida. No ataque, o time mostrou evolução durante a partida, conseguindo fazer os gols quando foi explorar as dificuldades defensivas do adversário, com trabalho com e sem bola. E quem entra, mostra que está alinhado com o time titular. Nas últimas partidas está sendo possível perceber que o time vem voltando a ter cara de Santos Futebol Clube, futebol intenso, que amedronta os adversários, principalmente em casa. No ataque, os jogadores estão mais soltos, mais movimentação e qualidade técnica, está bonito de se ver.

No domingo (15), pelo Brasileirão, o time da Vila joga fora de casa diante do Goiás.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 3 x 0 CORITIBA

Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Cartões amarelos: Rodrigo Fernández (SAN); Muralha, Adrián Martínez, Guillermo, Guilherme Biro e Régis (COR)

GOLS: Marcos Guilherme (1 x 0) aos 2, Madson (2 x 0) aos 15 e Rodrigo Fernández (3 x 0) aos 17 do segundo tempo

SANTOS: João Paulo; Madson, Velázquez, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández (Felipe Jonatan), Vinícius Zanocelo (Camacho), Ricardo Goulart (Angulo) e Jhojan Julio (Sandry); Léo Baptistão (Rwan) e Marcos Leonardo. Técnico: Lucas Ochandorena

CORITIBA: Muralha; Guillermo (Adrián Martínez), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Andrey (Pablo Garcia), Robinho (Régis) e Matheus Alexandre; Alef Manga (Warley) e Clayton (Léo Gamalho). Técnico: Gustavo Morínigo

Peixe entre os 16 melhores na Copa do Brasil/22

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

J.Paulo - Não foi exigido durante a partida. - 6

Madson - Ótima partida do lateral, apoia bem e foi coroado com o gol, porém precisa melhorar na recomposição. - 7

Velazquez - Partida muito segura do uruguaio, não sofreu, pois marcou com exímia qualidade. - 6.5

Bauermann- Mesmo sem marcar, melhor em campo. O zagueiro não perde uma dividida, foi gigantesco e fez sua melhor partida com a camisa do peixe. - 8

Lucas Pires - Como sempre muito regular para defender e atacar. Mesmo sendo lateral, é um dos que quebra a defesa adversária com efetivos dribles. - 7

Fernandez - Até aqui, melhor reforço da temporada, sabe marcar, sair jogando e aparecer no ataque, como mostrou hoje. Fez um lindo gol de fora da área. - 7.5

Zanocelo - Partida regular do camisa 25. Pouco participou, porém foi importante na jogada do segundo gol. - 6.5

Goulart - Ainda fora de forma, não consegue acompanhar a intensidade do time no ataque. - 5

Júlio - Não tem toda qualidade técnica, mas se doa o tempo todo. Evolui bem o camisa 8. - 6

Baptistão - Partida mais sumida, porém foi bem quando precisou dele. - 6.5

Marcos Leonardo - Autor do primeiro gol, mostra que é realmente um camisa 9 de ofício, sabe aproveitar oportunidades como poucos. - 7.5

Camacho - Pouco tempo em campo para avaliação. - Sem nota

Felipe Jonatan - Pouco tempo em campo para avaliação. - Sem nota

Ângulo - Entrou bem e gerou uma imposição física no ataque, mas ainda demonstra dificuldades técnicas. O camisa 15 é um reserva de luxo que temos. - 7

Sandry -  Pouco tempo em campo para avaliação. Ainda assim deu bons lançamentos. - Sem Nota

Rwan Seco - Demonstrou intensidade e quando recebia a bola, muita ousadia e partia sem medo contra o adversário, boa entrada do camisa 12. - 6.5

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha e Web Rádio Papo Aberto.


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by