FOTO CAPA

A BASE SEMPRE SALVA

Publicado às 02:00 desta quinta-feira, 19 de maio de 2022


(*) Por Pedro La Rocca 

Nesta quarta-feira (18), o Santos recebeu a equipe do Union La Calera-CHI, pela 5ª rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana e engatou sua sétima vitória seguida dentro da Vila Belmiro. O Peixe venceu os chilenos por 1x0 com gol marcado pelo camisa 21, Lucas Barbosa, aos 56 minutos da segunda etapa. Com a vitória, o Santos se torna líder do grupo com 10 pontos e joga o La Calera para 2° colocado, com 8 pontos. As duas equipes irão tratar a última rodada desta fase como partida decisiva, o Peixe enfrenta o Banfield-ARG em casa e os chilenos enfrentam a Universidad Católica-ECU, também dentro de seus domínios. 

Para essa partida, o treinador Fabián Bustos poupou alguns jogadores da equipe titular, entre eles o goleiro João Paulo, o zagueiro Eduardo Bauermman e os atacantes Ricardo Goulart e Marcos Leonardo. O intuito era preservar a parte física dos jogadores, tendo em vista a alta demanda do calendário brasileiro e o jogo de sábado (21) contra a equipe do Ceará, em Barueri, já que o campeonato nacional vem sendo tratado como principal competição para a temporada santista.

Mesmo com os reservas a equipe começou se impondo dentro de campo, colocando até uma bola no travessão com Ricardo Goulart após bom trabalho coletivo entre o camisa 10 e Marcos Leonardo. Além dessa, o Santos colocou mais duas bolas no travessão e uma na trave durante a partida. 

Porém, sejamos realistas, contra o 14° colocado do campeonato chileno, não tem explicação para tantos cruzamentos (37 tentados com 8 acertos) e tomadas de decisão equivocadas, tem muito a melhorar a equipe nesses dois quesitos. Para compensar tudo isso, o time mostra competitividade, de quem luta até o fim, afinal, dentro da Vila mais famosa do mundo quem manda é o Alvinegro.

Toda dispersão dos jogadores veio a mudar com a discussão ao final da partida, já nos acréscimos, quando os chilenos resolvem segurar a bola na bandeirinha de escanteio, trazendo revolta dos jogadores do Santos que fazem uma falta que gera toda a briga generalizada, onde dois jogadores foram expulsos, Léo Baptistão do Santos, após tentativa de soco no rosto do adversário. Pelo lado do La Calera, Símon Ramírez também foi expulso por conduta violenta. Os dois tinham acabado de entrar. Era a intensidade dos minutos finais que era precisa o jogo inteiro.

O time foi perceber que precisava da vitória após a briga, e aí sim começou a jogar como Santos. Antes disso se via um time comum coletivamente e muito mal na parte individual, principalmente do meio campo em diante. Faltava imposição por parte dos jogadores que lançavam muita bola na área (sem sucesso até o gol) e pouco tentavam jogadas de drible, que desconcertasse o sistema defensivo dos chilenos.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 X 0 UNION LA CALERA-CHI

Competição: Sul-Americana (5ª rodada da fase de grupos)

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)

Cartões amarelos: Camacho, Lucas Barbosa, Léo Baptistão, João Paulo e Rodrigo Fernández (Santos) e Sanhueza, Vidangossy, Oyanedel e Alarcón (Calera)

Cartões vermelhos: Léo Baptistão (Santos) e Ramírez (La Calera)

Gol: Lucas Barbosa, aos 56 minutos do segundo tempo. 

SANTOS: João Paulo, Auro (Lucas Barbosa), Kaiky, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan (Lucas Pires); Camacho (Rodrigo Fernández), Sandry e Ricardo Goulart (Léo Baptistão); Rwan, Lucas Braga e Marcos Leonardo (Angulo) Técnico: Fabián Bustos 

UNIÓN LA CALERA: Arce, Pedro Henrique, Vilches e Sanhueza; Oyanedel (Ramírez), Alarcón, Matías Fernández e Castellani (Pérez); Orellana (Valencia), Vidangossy (Thomas Rodríguez) e Saéz. Técnico: Frederico Vilar

Lucas Barbosa marca o gol da vitória aos 56 minutos do segundo tempo


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

João Paulo - Mais uma vez salvando o Peixe de uma possível derrota, defesa milagrosa no final do jogo. Mostra liderança e dá confiança ao time nos momentos de aperto - 7.5

Auro - Até agora não mostrou ao que veio. Não evolui nem fisicamente, nem na parte técnica. Apoia mal e ataca mal. Partida muito ruim do lateral - 4

Kaiky - Primeira partida do zagueiro no pós lesão, por isso não apresentou o que era esperado. Se quiser voltar ao time titular precisa mostrar muito mais - 5.5

Bauermann - Dá segurança ao sistema defensivo e tem ótima saída de bola. Partida segura na sua volta ao time titular - 6.5

Felipe Jonathan - se limitou a defender. Sem ritmo de jogo. - 5.5

Sandry - É importantíssimo para a construção de um elenco competitivo. Muitos atributos ofensivos e defensivos, sem contar a raça que coloca dentro de campo. Mais um Menino da Vila criado com sucesso - 6.5

Camacho - Não comprometeu, porém também não foi uma peça fundamental. É um bom reserva e só - 5

Goulart - Fisicamente mal e por isso não consegue desempenhar bem a parte técnica. Atrasa muitas jogadas promissoras e não oferece individualidade ao time. Não se encaixou ainda o camisa 10 - 5,5

Lucas Braga - Melhor quando esteve na lateral do que na ponta. Não apresentou dribles efetivos e jogadas que fossem resultar em algo. Errou quase tudo que tentou, Melhorou na lateral. - 4,5

Rwan - Foi bem do começo ao fim. Vai pra cima sem medo algum, teve intensidade com a bola e se movimentava muito bem para receber a bola. Merece mais chances - 6.5

Marcos Leonardo - Partida regular. Precisa de alguém para ajudar na criação de chances, para que consiga finalizar mais e com mais precisão - 6

Lucas Barbosa - Autor do gol e entrou com personalidade, mostrando que merece mais chance e ser até mesmo titular em algumas partidas - 7.5

Lucas Pires - SEM NOTA

Fernández - SEM NOTA

Baptistão - Dá dinamismo quando a equipe se mostra estática. Foi expulso após tentativa de soco no rosto do adversário - 5

Angulo - SEM NOTA

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha e Web Rádio Papo Aberto.


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by