FOTO CAPA

SEMANA DESAFIADORA E ATAQUE NÃO MARCA HÁ QUASE 90 DIAS

Publicado às 08h25 desta terça-feira, 12 de outubro de 2021.

Após quebrar um longo jejum de 11 jogos sem vitória e sair do Z-4, o Santos tem dois jogos fora da Vila Belmiro na luta em manter-se como um dos três times que jamais sentiram o dissabor de disputar uma segunda divisão. Somente o alvinegro da Vila, Flamengo e São Paulo jamais caíram para a 'segundona' do Brasileirão. Nos próximos cinco dias, o Peixe encara o líder Atlético Mineiro, em Belo Horizonte e no final do domingo (17), pega o Sport-PE, em Pernambuco.

A vitória sobre o Grêmio, além de levar o alvinegro para a 16a. colocação, a última antes do Z-4, elevou o moral do elenco. Eram nove jogos sem vitória, somente se contarmos as partidas do Campeonato Brasileiro.

O time passa por reconstruções e é nítido e notório que tem diversos problemas em vários setores do campo. O maior deles, sem dúvida é no ataque. 

A última vez que um atacante do Santos marcou gol em jogos do clube pelo Brasileiro, se vão quase três meses. Foi do jovem Marcos Leonardo, dia 18 de julho, diante do Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, pela 12a. rodada da competição, no empate em 2 a 2. De lá para cá, foram 13 jogos em que o time balançou as redes pouquíssimas vezes e com gols apenas de defensores e meio-campistas.

O meio-campo é ouro setor que requer melhorias. O 'coordenador de jogadas', talvez a maior delas. O homem que vai levar a bola para os jogadores da frente. 

O técnico Fábio Carille, em pergunta que realizamos durante a última entrevista coletiva, disse que Tardelli pode ser este homem, porém fez algumas ressalvas:

"Antes do jogo contra o São Paulo, eu fiz um teste assim, com ele (Tardelli) fazendo a função de armar e o treinamento não foi bom. Por isso, mudei. Tardelli ainda busca uma condição física melhor. O vejo com quatro jogadores por dentro e ele mais perto do 9, como quarto homem. Num losango, ele seria a ponta dele. Ele também pode jogar como um falso 9. Hoje, o vejo assim, mas ele pode melhorar fisicamente. Não é tão jovem, mas trabalha muito. Pode ser um quarto homem pelo lado também, mas hoje, nessas condições, o quarto homem em um losango ou falso 9", afirmou Carille, logo após a vitória diante do Grêmio, no fim de semana.

Para o jogo diante do Atlético-MG, o time tem duas baixas certas. O meia Carlos Sánchez e o lateral Felipe Jonatan receberam o terceiro cartão amarelo e, consequentemente, estão suspensos para o confronto desta quarta-feira (13). 

O elenco santista treina na manhã desta terça-feira (12) e em seguida embarca para o Estado das Minas Gerais. 

Atlético-MG e Santos se enfrentam pela 26a. rodada do Brasileirão, nesta quarta-feira (13), às 19 horas, no Mineirão. O segundo duelo consecutivo fora de casa, será domingo (17), às 20h30, diante do Sport-PE, em Recife. Ambas as partidas terão transmissão da Rádio Energia 97 FM.


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by