FOTO CAPA

CLÁSSICO POBRE DE TALENTO

Publicado às 00h40 desta segunda-feira, 9 de agosto de 2021.

Em um jogo desprovido de boa técnica, Santos e Corinthians ficaram no empate sem gols, na Vila Belmiro, em partida válida 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O alvinegro praiano segue na oitavo colocação, agora com 20 pontos. O time comandado por Diniz não fez uma finalização eficaz que levasse perigo a meta do goleiro Cássio.

O time de Parque São Jorge mesmo com menor posse de bola, deu a mesma ao Santos e só partia no contra-ataque. o time paulista foi a única equipe que teve oportunidades de vencer o clássico.

Diniz escalou Sánchez mais aberto pela direita com Marcos Guilherme pelo meio e Lucas Braga na ponta-esquerda. A estratégia não deu certo. Já é o sétimo jogo que o clube vem tendo queda de produção.

O time da capital reclama do VAR, em um gol de Jô, onde Gustavo Mosquito recebe em posição de impedimento e em seguida um pênalti, que o árbitro marcou de Madson em Adson, mas depois com a revisão retornou atrás.

Um jogo pobre de beleza, com as equipes que mais erraram passes do que outra coisa, só podia terminar dessa forma, sem gols. 

Perguntei ao treinador na coletiva se ele estava satisfeito com a produtividade do time no segundo tempo e porque ele não fez mais alterações, já que realizou duas e terminou a partida podendo fazer mais três:

"Não sou obrigado a fazer as cinco substituições. Faço substituições de acordo com o que eu vejo que se precisa para melhorar o time, não substituir só porque tenho cinco substituições." - disparou o comandante, visivelmente irritado com a indagação.

Na quinta-feira (12), o Peixe volta a campo diante do Libertad-PAR, na primeira partida pelas quartas de final da Sul-Americana, em Vila Belmiro. Marinho, ausente no clássico em razão de um hematoma na coxa é dúvida para o duelo diante dos paraguaios. Pelo Brasileirão, o time de Vila Belmiro retorna a campo, no domingo (15) e visitará o Fortaleza, às 18h15. Ambos os jogos serão transmitidos pela Energia 97 FM.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 x 0 CORINTHIANS

Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro- Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Cartões amarelos: Jean Mota e Fernando Diniz (SFC); Roni (SCCP).

SANTOS - João Paulo; Madson, Kayki, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Camacho (Pirani), Jean Mota e Carlos Sánchez; Marcos Guilherme, Marcos Leonardo (Raniel) e Lucas Braga. Técnico: Fernando Diniz.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Roni e Giuliano (Vitinho); Mosquito (Marquinhos), Adson (Mateus Vital) e Jô. Técnico: Sylvinho.

Felipe Jonatan e Gustavo Mosquito travaram um duelo interessante pelo lado do campo.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS:

João Paulo: Cinco grandes defesas. Se não fosse o camisa 34, o pior teria acontecido. O melhor do clássico. - 8,0

Madson: Marcou mal e não apoiou. - 5,0

Kayki: O melhor da defesa. Ainda assim, abaixo do que pode produzir na saída de bola. - 6,0

Luiz Felipe: Errou saída de bola e proporcionou contra-ataque. - 5,0

Felipe Jonatan: Foi quem mais sofreu com o ótimo Gustavo Silva. Marcou com eficácia. - 5,5

Camacho: Tem caído de produção. Tem bom passe longo, mas peca por não ser rápido. - 5,0

(Pirani): Tentou colaborar para que a bola chegasse a frente. Não conseguiu. - 5,0

Jean Mota: Não conseguiu auxiliar na construção de jogadas. - 5,0

Carlos Sánchez: Atuou como homem do meio pela direita, para dar profundidade a Madson. Não funcionou. - 5,0

Marcos Guilherme: Perdido. Não por culpa dele e sim das novas funções em que ele foi improvisado. - 4,5

Marcos Leonardo: A bola não chegou. A única que chegou nos seus pés finalizou contra Cássio. - 5,0

(Raniel): Pouco participativo. - 5,0

Lucas Braga: Bem marcado por Fagner. - 5,0

Técnico: Fernando Diniz: Não conseguiu fazer no intervalo com que a equipe criasse e o time ainda voltou pior que no primeiro tempo. Tem direito a cinco substituições e só fez uma, mesmo admitindo que o time caiu de produção. Sétimo jogo seguido que o time vem em queda de produção. - 4,0


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by