FOTO CAPA

SANTOS GARANTE NÃO TEMER PENALZAÇÃO SOBRE KAIO JORGE CONTRA O INDEPENDIENTE

Publicado às 15h30 desta sexta-feira, 16 de julho de 2021.

O Independiente (ARG), sempre eles, segundo a imprensa argentino está vai entrar com uma reclamação junto a CONMEBOL (Confederação Sul-Americana de Futebol) solicitando os pontos da derrota contra o Santos, nesta quinta-feira (15), pela Copa Sul-Americana em partida da ida das oitavas de finais pela, segundo afirma os dirigentes do clube de Avellaneda 'má inclusão' do atacante Kaio Jorge, autor do único gol do jogo no jogo. A alegação dos argentinos é que o jogador do Santos acumulou três amarelos na última rodada da Libertadores da América e o mesmo teria de cumprir suspensão, mesmo em competição diferente.

Em contato com o clube alvinegro no começo da tarde, o Blog do ADEMIR QUINTINO obteve de resposta que o Santos tem documentos (boletim de sanções pendentes de todas as rodadas) que consultou a entidade organizadora por preocupação tanto nos casos de Camacho (jogou pelo Corinthians) e Kayo Jorge.

Tem circulado em redes sociais um trecho do regulamento das competições de 2019 que fala em cumprir suspensão automática após três amarelos, mas o regulamento foi modificado nos dois últimos anos.

Logo após o Blog ter entrado em contato com o clube, minutos depois, o Santos emitiu uma nota oficial. Segue a mesma abaixo:

“O Santos FC esclarece que o atacante Kaio Jorge estava apto a jogar diante do Independiente, da Argentina, pela Conmebol Sul-Americana, na quinta-feira, dia 15, na Vila Belmiro. Para evitar qualquer dúvida, o Clube formalizou consultas oficiais à Conmebol em relação à escalação dos atletas Kaio Jorge e Camacho. Nas duas situações, a resposta da entidade, como o Santos já esperava, foi positiva em relação à escalação dos atletas. 

Kaio Jorge levou o terceiro amarelo na última partida do Clube pela Conmebol Libertadores, contra o Barcelona, no Equador, mas pelo artigo 75.3 do Código Disciplinar da Conmebol – “a suspensão imputada a um jogador, por acúmulo de cartões amarelos, em partidas distintas, em uma mesma competição, em nenhum caso será transferida para a outra competição.

Já no caso de Camacho, o Santos FC está amparado pelo artigo 3.7.4.1 do Manual de Clube da Conmebol Sul-Americana. O Santos FC reitera que tanto o Departamento de Futebol, quanto o Departamento Jurídico, tiveram todo o cuidado prévio em cada situação, a fim de evitar prejuízos ao Clube.”


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by