FOTO CAPA

PEIXE VOLTA A VENCER NO ESTADUAL

Publicado às 098h50 desta segunda-feira, 19 de abril de 2021.

Depois de alguns tropeços, enfim o Santos voltou a vencer no Paulistão. Com um time alternativo, após levar 3 a 0 da Ponte Preta, o time da Vila Belmiro conheceu novamente o sabor dos três pontos ao bater a Inter de Limeira por 2 a 1, na noite deste domingo, em casa. Com um a menos durante quase todo o segundo tempo, o alvinegro se aproveitou de duas falhas graves do goleiro adversário para balançar as redes.

Foi apenas a segunda vitória do Santos no Estadual - a primeira foi sobre o Ituano, em março, antes da paralisação do campeonato e desde então, foi um empate diante do Botinha e derrota para a Macaca na última sexta-feira (16). Se levar em consideração também a Copa Libertadores, o time santista vinha de três jogos sem vitória.

Mais uma vez, o técnico Ariel Holan apostou numa formação diferente, testando reservas e jogadores mais jovens, o que causou falta de entrosamento e muitas dificuldades ao Santos neste domingo. A equipe veio a campo com quatro zagueiros, sendo um - Jonnathan improvisado de ala e num esquema 3-5-2. A vitória veio mesmo assim, graças a dois erros da Inter de Limeira: um gol contra, no primeiro tempo, e uma falha grosseira do goleiro Rafael Pin, no segundo tempo.

O triunfo, além de trazer alívio na competição, levou o Santos à liderança do Grupo D, com nove pontos, um a mais que o Mirassol, que tem oito e ainda não jogou na rodada. 

No primeiro tempo, como a Inter de Limeira só tinha um homem na frente - Roger, não fazia sentido a trinca de três defensores. Faltava homens no meio e no ataque. Santos só levava perigo em lances de bola parada.

Também não entendi os três zagueiros com alas improvisados. Tanto que Holán modificou as duas laterais no intervalo. Saíram Lucas Barbosa e Jonnathan que estavam improvisados e entraram Sandro e Tim. 

As alterações reajustaram o meio-campo, que ganhou com a entrada de Balieiro, que atuou como lateral na etapa inicial. Mas a efetividade da troca foi logo anulada pela expulsão de Guilherme Nunes por falta dura em Elacio Córdoba. Com a exclusão do volante, o time da casa seguiu com dificuldades no meio.

Em desvantagem numérica, Holan apostou na experiência de Soteldo e Marinho que foram para o jogo. Novamente, na bola parada, Soteldo cobrou falta na área e, mais uma vez, o Santos contou com nova ajuda da defesa da Inter para marcar. O goleiro Rafael Pin saiu para defender com tranquilidade, mas deixou a bola escapou. Bruno Marques  que entrou na segunda etapa completou para as redes e garantiu a vitória do Peixe.

Nesta terça-feira (20), às 19h15, o alvinegro volta a campo, porém, na Libertadores, diante do Barcelona e Guayaquil (EQU) com os titulares, na Vila Belmiro pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. Pelo estadual, o time vai a campo na sexta-feira (23) diante do Novorizontino, em Novo Horizonte.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 x 1 INTER DE LIMEIRA

Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo 

GOLS: Deivid (contra), aos 16, e Lucas Batatinha, aos 28min do 1ºT; Bruno Marques, aos 41min do 2ºT

Cartões amarelos: Thalisson Kelven, Lucas Barbosa, Lucas Lourenço, Deivid, Rondinelly, Alex

Cartão vermelho: Guilherme Nunes

SANTOS: Vladimir; Robson, Luiz Felipe, Alex; Vinícius Balieiro, Guilherme Nunes, Lucas Barbosa (Sandro), Lucas Lourenço (Marinho), Jhonnathan (Wellington); Ângelo (Bruno Marques) e Kaio Jorge (Soteldo) Técnico: Ariel Holan

INTER DE LIMEIRA: Rafael Pin; Elacio Cordoba, Renan Fonseca, Thalisson Kelven, Rafael Santos; Deivid (Lucas Balardin), Igor Henrique, Thiaguinho (Bruno Xavier) e Rondinelly (Felipe Saraiva); Lucas Batatinha e Roger Técnico:Thiago Carpini



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by