FOTO CAPA

O TRANSFERBAN NÃO DEIXOU

Publicado às 08h50 desta quinta-feira, 18 de Março de 2021.

Sem atuar desde o dia 30 de janeiro, data da final da Libertadores da América e sua despedida do Santos, o meia Diego Pituca ainda não se apresentou ao seu novo clube - o Kashima Antlers. O Japão segue em estado de emergência em razão da pandemia do covid-19. Com o problema, o jogador confirmou a informação do BLOG do ADEMIR QUINTINO que o Santos tentou utilizar Pituca por empréstimo até a sua apresentação ao clube do Oriente que tem o ex-jogador Zico como diretor técnico, porém, o 'transferban', punição imposta pela Fifa por conta de inadimplências para com outros clubes e que impede o time da Vila de registrar novos atletas desde março do ano passado, não permitiu.

"Eu não estou podendo viajar para lá. O Santos tentou sim, me manter aqui até eu ter autorização para ir para lá, o Kashima permitiu, mas infelizmente, os japoneses já tinham dado entrado em tudo, na documentação e eu até fiquei feliz de na semana seguinte poder voltar, mas não deu certo, porque o Santos não pode registrar" revelou.

No início de outubro, após quitar a dívida com o Hamburgo, da contratação de Cléber Reis, o Peixe conseguiu se livrar da punição da FIFA por poucos dias e conseguiu registrar entre outros, o zagueiro Laércio, contratado junto ao Caxias semanas antes, entretanto, veio nova punição do não pagamento de outras dívidas, como a de Soteldo junto ao Huachipato-CHI e desde então o alvinegro só pode vender ou lançar meninos das categorias de base, no time principal.

A revelação foi feita na noite desta quarta-feira (17), em live realizada no canal oficial do ADEMIR QUINTINO no youtube. O atleta não confirmou se outros clubes procuraram seu staff com o mesmo objetivo:

"Isso não posso confirmar, eu não sei. Só com meu agente. O Santos tentou prolongar, mas de outros times não sei dizer.

O jogador segue em Mogi-Guaçu, interior de São Paulo com treinos realizados pelo seu personal-trainning, enquanto não consegue autorização para entrar em território japonês.

A apresentação do jogador ao novo clube, aconteceu de forma virtual, através de vídeo aos torcedores que seguem as redes oficiais do Kashima Antlers.

No fim da entrevista, o jogador voltou a fazer juras de amor ao alvinegro e disse que tem uma dívida com a torcida. Ser campeão pelo time da Vila:

"Cumpro meu contrato de três anos no Japão e volto para o Santos." reafirmou.

O alvinegro da Vila recebeu U$ 1,6 milhão (R$ 8,8 milhões) pelos 50% que tinha direito na venda do jogador . Os outros 50% pertenciam ao empresário Galli que reside na região de Ribeirão Preto. 


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by