FOTO CAPA

SEQUÊNCIA DURA FORA DE CASA

Publicado às 00h30 deste domingo, 20 de setembro de 2020.
Com cinco dos seis próximos jogos longe da Vila Belmiro, envolvendo Brasileirão e Libertadores, só resta ao alvinegro pontuar fora de casa. Mesmo após dois empates em casa contra São Paulo e Olímpia-PAR, o Peixe defende uma invencibilidade de cinco jogos neste domingo (20), às 18h15 diante do Botafogo, no estádio do Engenhão.

A sequência dos jogos fora de casa são além do Botafogo no RJ, neste domingo, o Delfin no Equador, Olímpia no Paraguai, Goiás em Goiânia e SCCP, em Itaquera. A única exceção é o jogo diante do Fortaleza, dia 27, na Vila. 

Dos últimos três jogos fora de casa, o Peixe colecionou duas vitórias, diante de Sport-PE e Ceará, ambos pelo Brasileiro. A última derrota foi no clássico diante do Palmeiras, há quase um mês, dia 23 do mês passado.

Na sétima colocação do Campeonato, Cuca não terá o futebol de Soltedo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo recebido no clássico diante do tricolor, semana passada. Arthur Gomes é o favorito para herdar a vaga. 

A última atividade antes do embarque do time para a capital carioca, Cuca só comandou um treinamento de posicionamento e em seguida um 'rachão' e deu poucas pistas de qual time mandará a campo. O treinador santista em razão da proximidade dos jogos e a logística distante, tem poupado alguns jogadores de acordo com cada confronto.

Logo após o jogo diante do clube da estrela solitária, o elenco santista embarca direto para o Equador, onde na quinta-feira (24), enfrenta Às 23h (Brasília), o Delfin-EQU, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores.

O provável Santos deve ir a campo com João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson, Pituca e Sánchez (Lucas Lourenço); Marinho, Raniel e Arthur Gomes.

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by