FOTO CAPA

NÃO TEM CONTRATAÇÃO

Publicado as 22h desta terça-feira, 14 de julho de 2020.
A crise financeira pela qual passa o Santos, e só aumenta ano a ano, atinge tanto o clube que o membro do Comitê de Gestão Matheus Rodrigues disse em entrevista exclusiva a TV Cultura Litoral, que a prioridade do clube no momento é pagar o salário do elenco e enquanto não quita as dívidas de casos que foram a FIFA, não pode contratar jogadores.

O dirigente que é vereador na cidade de Bertioga, afirma que o segundo passo é a tentativa de  pagar as dívidas, principalmente as que estão na entidade máxima do futebol mundial, pois o dinheiro de cotas de TV e receita extraordinária que possam surgir, será para pagar o percentual que está sendo descontado dos salários dos atletas e funcionários há três meses, em razão da pandemia dó coronavirus:
“Nossa prioridade não é contratar ninguém. Nós queremos primeiro acertar com eles (jogadores), o reembolso, a diferença de porcentagem (clube paga apenas 30% acima dos R$ 6,1 mil e jogadores e funcionários).” afirmou.
A declaração do gestor santista põe fim a especulações de que o Santos estaria acertado com algum atleta para o Campeonato Brasileiro. É constante ouvir falar que Robinho e Ricardo Oliveira desembarcarão na Vila. 

Em breve, nem venda o clube poderá fazer. Quando o calendário apontar 90 dias da Eleição para a presidente do Clube, o estatuto não permitirá saída de atletas.

O Peixe está proibido de inscrever jogadores, desde o fim de fevereiro deste ano, quando a FIIFA proibiu o clube de contratar por falta de pagamento de Cléber Reis junto aos alemães do Hamburgo. Sem os juros, os valores ultrapassam os R$ 15 milhões. Com a correção chega a R$ 24 milhões. O jogador foi contratado no fim de 2016.
“A dívida do Cléber Reis ainda não foi sanada. A gente não tinha a situação financeira das mais favoráveis. Já são três meses e pouco sem receita.” garantiu.
Em compensação, com o acordo com o Ajax (HOL) pela saída do jovem Giovanni de apenas 18 anos, que não assinou o contrato profissional ao final da sua formação, o valor da primeira parcela foi usado para pagar o empréstimo de Luan Peres, outro jogador que também tinha o caso na FIFA por falta de pagamento. Segundo o gestor, o caso já foi resolvido.



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by