FOTO CAPA

CARTA ABERTA AO PRÓXIMO TÉCNICO DO SANTOS

Publicado às 19h15 destas sábado, 21 de dezembro de 2019.
* colaborou Caio Santos de Carvalho

Como nós ainda não nos conhecemos: Bom dia, buenos dias ou até quem sabe good morning.


Você já deve estar com a proposta em mãos e avaliando se deve ou não vir para o Santos, então deixa eu te explicar como as coisas aqui funcionam por aqui.

O primeiro passo é entender que você está no maior clube da terra, pode não ser o mais rico, mas é o clube que revelou o Rei, que parou a guerra, que encantou, encanta e sempre vai encantar quem ama futebol.

O Santos é único clube que tem DNA. E por aqui ele é ofensivo. É a busca pelo resultado a todo instante, é o medo do adversário em se arriscar, de subir a marcação e de saber que um raio cai várias vezes no mesmo lugar.
E por falar em Raio, como é que eu vou te explicar?

A cidade de Santos tem algumas peculiaridades, chove muito, fica cheia na temporada, a praia tem o maior jardim a céu aberto do planeta, mas não são as mais concorridas da região, e além disso tem os raios...

Alguém ainda vai estudar o que tem na água da cidade, porque ela é mágica. Ela transforma garotos em Raios que fazem tempestade dentro das quatro linhas. Raios tão fortes que a Europa precisa importar para ter esse temporal.

E se você olhar bem para a base, seu time também pode ter um Raio. Uma força da natureza que só a vontade de vencer de um menino sonhador pode trazer. Acredite sempre na base.

Você também precisa saber sobre o Urbano Caldeira, a Vila Belmiro. Não é uma grande arena, não cabem 60 mil pessoas, mas pode ter certeza que o adversário treme quando pisa naquela grama sagrada.

O que não quer dizer que você não pode jogar no Pacaembu. Você deve! O Santos não é um estádio, não é um jogador, não é um presidente, não é un treinador. O Santos é onde o futebol se sente em casa e sabe que vai ser jogado.

Então vamos fazer um trato: nós vamos te apoiar no estádio que você jogar.

Na verdade, vamos fazer um trato ainda melhor: você promete respeitar o Santos que nós prometemos estar lá gritando os 90 minutos.

(*) Caio Santos de Carvalho é publicitário e torcedor do Santos

strutura.com.br


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by