FOTO CAPA

SEM SOTELDO E DÉRLIS, PEIXE SEGUE EM PREPARAÇÃO PARA O CLÁSSICO

Publicado às 14h45 desta quarta-feira, 13 de novembro de 2019.
Sem jogo no meio desta semana, o Peixe segue sua preparação para o clássico diante do São Paulo, sábado (16), às 17h, na Vila Belmiro pela 33a. rodada do Campeonato Brasileiro. Vindo de quatro vitórias seguidos, o elenco garante que a 'nova crise política' instaurada no clube, não influenciará o rendimento do time dentro de campo. 

O técnico Jorge Sampaoli tem problemas para escalar o time. Os atacante Soteldo e Dérlis Gonzalez nas seleções da Venezuela e Paraguai, respectivamente, são desfalques certos em datas FIFA que o Brasileirão não para.

Além dos dois atletas, o zagueiro Gustavo Henrique com forte gripe e o atacante Uribe com um entorse no tornozelo direito, foram desfalques no treino na manhã desta quarta-feira (13) no CT Rei Pelé. O defensor que cumpriu suspensão na última rodada fez trabalhos nos aparelhos do CEPRAF (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação de Atletas de Futebol) e o colombiano, realizará exames de imagem nesta tarde, para saber a realidade da lesão. 

Soteldo e Dérlis são desfalques no clássico.
Sem Soteldo e sem a opção de Dérlis, na frente, a concorrência para a vaga de titular no lugar do venezuelano é grande. O jovem Taílson, o rápido Venuto são os maiores favoritos para que um deles herde a posição do camisa 10 no ataque. 

Na defesa, caso Gustavo Henrique siga convalescente, o que pouco provavelmente acontecerá, Luan Peres que atuou bem no fim de semana diante do Goiás, está de sobreaviso e concorrerá com Luís Felipe por um lugar no time.

No meio-campo a disputa parece ser a mais concorrida. Alison, Jóbson, Pituca, Sánchez, Evandro, Jean Mota e o 'coringa' Felipe Jonatan disputam três posições. Este é o setor que mais Sampaoli tem mexido nos últimos jogos. 

O alvinegro ainda realiza mais duas atividades antes do duelo do fim de semana. Elas acontecerão nesta quinta e no feriado da sexta-feira (15), ambas no período da manhã. Em seguida, o grupo relacionado começa a concentração no Hotel Recanto dos Alvinegros. 

O adversário paulista não vence um clássico fora de casa há mais de 1 mil dias. O último foi em fevereiro de 2017, coincidentemente contra o Santos, pelo Paulista daquele ano, na Vila Belmiro. No primeiro turno, no Morumbi, o Peixe foi para o intervalo vencendo o jogo por 1 a 0, mas sofreu a virada em 3 a 2. O Peixe está bem próximo de matematicamente conquistar a vaga para a Libertadores de forma direta de forma antecipada. Uma vitória no clássico e uma coincidência de outros resultados nesta rodada será suficiente.

No fim de semana seguinte, também no sábado (23), porém às 21h, o Santos volta a jogar na Vila, desta feita diante do Cruzeiro.

strutura.com.br


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by