FOTO CAPA

DESFALCADO X MISTÃO?

Publicado às 08h30 desta quinta-feira, 5 de setembro de 2019.
Após perder a liderança na rodada retrasada, o Santos segue na caça ao líder Flamengo pelo Campeonato Brasileiro. Ambos tem 36 pontos, entretanto, o rubro-negro carioca tem melhor saldo de gols. O alvinegro terá diversos desfalques para a próxima rodada diante do Athlético Paranaense, no estádio da Vila Belmiro, pela 18ª rodada, a penúltima do primeiro turno, porém, o time da região Sul do país, em razão de ter se classificado a final da Copa do Brasil, deverá vir a baixada santista, no domingo (8), com um time reserva. 

Como o primeiro jogo da final da Copa do Brasil entre Internacional-RS x Athlético-PR, acontecerá na próxima quarta-feira (11), e o Furacão conquistou a vaga após vencer o Grêmio, por 2 a 0, no tempo normal e garantir a classificação nos pênaltis, a tendência é que o time utilize uma equipe recheada de suplentes na partida de domingo, contra o alvinegro. 

Na entrevista coletiva, na noite desta quarta-feira (4), questionado sobre se poupará os titulares da sua equipe no jogo pelo Brasileirão, na partida contra o Peixe, o técnico do Athlético - Thiago Nunes, desconversou e afirmou que só vai pensar no glorioso da Vila,  depois da celebração da classificação na Copa do Brasil.
"Não quero nem pensar no Santos. Vamos comemorar. Vamos comer um churrasco bem gaúcho. Feito numa grelha paranaense”, declarou.
Se o próximo adversário do Santos pelo Brasileiro, não contará com força máxima, o vice-líder também tem problemas.  O argentino Sampaoli não terá à sua disposição cinco jogadores do seu elenco, sendo quatro deles, titulares. 

Os ausentes serão o lateral-direito Victor Ferraz, que está suspenso e mesmo se não tivesse, ficaria fora, pois realiza tratamento após sofrer uma lesão, em um dos joelhos, no treino da última terça-feira (3). Além do capitão santista, o peruano Cueva, o venezuelano Soteldo, o paraguaio Derlis González, Jorge na Seleção Brasileira e o não utilizado desde o outubro do ano passado, na Seleção da Costa Rica, Bryan Ruiz, completam a lista de desfalques.

Sampaoli segue na condução da preparação do time santista para o duelo do fim de semana. Para a vaga de Ferraz, Pará é o substituto imediato da posição, se o argentino não quiser improvisar. Na ausência de Jorge na ala canhota, Felipe Jonatan deve ser mantido e na frente, Marinho que retorna de suspensão, deve herdar o lugar de Dérlis.

Fica expectativa do substituto de Soteldo. O reserva com as mesmas características do venezuelano é o atacante Lucas Venuto, que ainda não atuou com o manto alvinegro, desde que foi contratado há pouco mais de um mês. 

Segundo o executivo de futebol Renato, pouco antes de gravar para o canal no youtube, 'pronto, eu falei' há poucas semanas, Venuto é bom jogador, quebra as linhas assim como o camisa 10 santista e tem treinado bem.

Sub-17 do Santos tem 16 vitórias em 18 jogos
TERCEIRA-FASE PAULISTA DE BASE

Neste fim de semana, começa a terceira-fase nos Campeonatos Paulista sub-15,17 e 20. O Peixe segue vivo nas três competições.

O sub-20 santista abre a terceira fase do estadual da categoria nessa sexta-feira (6), às 15 horas, no Estádio Novelli Júnior, diante dos donos da casa, o Ituano. O duelo terá transmissão do canal DAZN, no streaming. Completam o grupo, Mirassol e Juventus. Dois se classificam para a fase do mata-mata.

Pelo sub-15, o alvinegro praiano enfrenta o SCCP, às 9 horas deste sábado (7), no estádio Ulrico Mursa, em Santos. Além dos dois times completam a chave Brasilis e Desportivo Brasil.

E por fim, o sub-17 santista que só perdeu um dos 18 jogos que realizou até o momento na competição viaja até Águas de Lindóia e enfrentará a Ponte Preta. Além dos dois alvinegros, compõe a chave o São Bernardo e o atual bicampeão da modalidade, Palmeiras. Os duelos desta categoria estão todos programados para às 11h da manhã.

Até aqui, o Santos utilizou o Centro de Treinamento Meninos da Vila, na entrada da cidade para mandar os seus jogos. Daqui por diante, finalmente, o clube irá usar o Centro de Treinamento Rei Pelé, com o campo, apesar de sintético, maior e melhores condições. As exceções para mandar seus jogos neste local serão os jogos diante dos clubes grandes que serão no estádio Ulrico Mursa, onde o gramado está em condições impraticáveis, principalmente em razão do mal tempo. 

A pergunta que não quer calar: Não cabe utilizar a Vila Belmiro nestes jogos diante dos gigantes da capital, principalmente, se o time de cima não utilizar o estádio pelo Campeonato Brasileiro, naquele fim de semana? Os 'meninos' são patrimônio do clube e com as péssimas condições em que se encontra o gramado do estádio da Portuguesa Santista, uma lesão mais séria pode ocorrer. Prevenir e dar melhores condições aos atletas nunca é demais. 


strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by