FOTO CAPA

JEAN MOTA: "CLARO QUE ME ARREPENDO. AS CRÍTICAS NÃO ERAM PARA O SAMPAOLI'

Publicado às 18h20 desta terça-feira, 13 de agosto de 2019.
Após dois dias de folga, o elenco santista se reapresentou após a derrota no clássico diante do São Paulo, no último sábado (10), o meia Jean Mota pediu para falar em entrevista coletiva e quis esclarecer as declarações fortes que emitiu na saída do estádio do Morumbi, no fim de semana. O camisa 41 reconheceu que errou ao expor publicamente algumas situações e pediu desculpas.
"Claro que me arrependo. Eu vim mais para esclarecer o caso. Tenho convicção de que não era o momento, mas como ser humano a gente erra. Eu estava de cabeça quente, depois de um clássico e a gente sente muito, uma derrota. Acabei falando coisas que foram faladas de uma maneira e interpretadas de outras." disse o meio-campista eleito o melhor jogador do último estadual. 
O meia canhoto garantiu que as palavras que disse após a derrota por 3 a 2, não tinham como destino o técnico Jorge Sampaoli e sim uma possibilidade de empréstimo ao exterior.
"Muito se falou dessa parte de titularidade, mas esse não era o meu foco. O foco eram outras questões internas, que eu poderia ter chegado no presidente e na diretoria e conversado. Ali (no Estádio do Morumbi, após a derrota no clássico) não era o momento, uma palavra errada que você fala e toma uma proporção muito grande. O Sampaoli foi o cara que me deu total apoio desde quando chegou, ele não me conhecia, trouxe de volta a minha confiança, retomou o meu futebol. Eu dei inúmeras entrevistas quando eu estava na fase boa falando da importância que ele teve pra mim, então essa crítica não foi pra ele".
Jean Mota deixa claro o descontentamento nos 'ruídos de comunicação' existentes no clube entre comissão técnica, jogadores e direção. O jogador elogiou a chegada de Paulo Autuori ao clube, responsável por 'apagar esses incêndios' e que os problemas que não deveriam existir no líder do campeonato, que vinha de sete vitórias seguidas, até então, não sejam externados. 
"Propostas podem chegar ou não, mas tendo esse diálogo de presidente para o jogador é bom. Mesmo que ele queira te vender, ele chega e fala "olha, estou querendo te vender, a gente não conta com você ou conta com você. Muitas vezes não tem isso e gera um desconforto. O jogador não sabe se fica, saem matérias, algumas não são verdades, outras talvez. Com a chegada do (Paulo) Autuori vai ajudar, porque ele vai decidir e tomar a decisão. Ainda não conversei com o presidente.
O presidente José Carlos Peres disse na saída do Morumbi que nenhuma proposta por Jean Mota chegou ao clube.

O alvinegro tem semana cheia para buscar a reabilitação e manter a liderança no Campeonato Brasileiro. O time de Sampaoli vai a Minas Gerais e enfrenta o Cruzeiro, no próximo domingo (18) às 16h, válida pela 15a. rodada da competição. 

strutura.com.br 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by