FOTO CAPA

SEGUE O LÍDER

Publicado às 09h25 desta segunda-feira, 13 de Maio de 2019.
O Santos goleou o Vasco da Gama, neste domingo, por 3 a 0, no estádio do Pacaembu. Com o resultado, o alvinegro da Vila assume novamente a ponta da classificação ao lado do Palmeiras, ambos com 10 pontos. O time paulistano tem um saldo melhor e no critério de desempate (7 a 5), está a frente do Peixe. As equipes se enfrentam na próxima rodada, no Estádio do Pacaembu, no próximo sábado (18). Os gols do time praiano sobre os cariocas foram de Pituca, Rodrygo, o melhor do jogo e Soteldo.

Sampaoli mandou a quarta formação diferente do Santos em quatro jogos do Campeonato Brasileiro. Desta vez, o treinador argentino sacou Felipe Aguilar e Jean Mota da formação considerada titular. Sánchez ganhou nova chance no meio-campo e Lucas Veríssimo entrou na defesa.

Com um Vasco numa formação meio 'kamikase' num 3-3-3-1 sendo que na linha mais baixa, dois dos três componentes foram improvisados,pois um é lateral e o outro, volante de ofício, com isso, os cariocas davam muito espaço entre as 'linhas' e o Peixe que não atuou com três zagueiros nesta rodada e com jogadores muito leves e rápidos, principalmente o 'rayo' Rodrygo e o venezuelano Soteldo era questão de tempo para os gols saíssem. 

O Santos fez três, como podia ter feito sete, tamanho o número de chances criadas e além disso, contou com uma má performance técnica do goleiro Sidão, ex-São Paulo que não fez uma boa partida pelo time de São Januário e teve muita classe e dignidade para receber o troféu de melhor em campo, eleito por internautas de forma irônica na TV Globo, que demonstrou uma insensatez e foi até o fim numa extrema deselegância com o arqueiro vascaíno em seu local de trabalho. A emissora, após a partida, em razão da repercussão, emitiu nota com pedido de desculpas, assim como um dos comentaristas da transmissão Walter Casagrande, que se justificou em uma publicação através de uma de suas redes sociais.

Independente da qualidade técnica duvidosa para não afirmar deficitária do adversário, o alvinegro fez sua obrigação, inclusive com demonstrações da intensidade tanto exigida por Sampaoli. 

Para não dizer que não falei das flores, preocupa e muito, a falta de pontaria na finalização. Um atacante de área acostumado a balançar as redes e este atleta deixaria o gramado no mínimo, sem medo de errar com três gols.

Neste meio de semana, o Santos volta a campo, porém, na Copa do Brasil, em jogo de ida em Belo Horizonte, diante do Atlético Mineiro pelas oitavas de finais da Copa do Brasil. 

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 x 0 VASCO-RJ
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Público e renda: 11.411 pagantes (12.952 total)/ R$ 343.355,00
GOLS: Pituca (19′ 1ºT), Rodrygo (32′ 1ºT), Soteldo (27′ 2ºT);
Cartões Amarelos: Ricardo (VAS), Maxi López (VAS), Jean Lucas (SFC).
Cartão Vermelho: Danilo Barcelos (VAS);
SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Jorge, Jean Lucas (Alison),  Pituca (Derlis González), Carlos Sánchez, Rodrygo, Sasha (Jean Mota), Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.
VASCO: Sidão, Yago Pikachu, Luiz Gustavo (Andrey), Ricardo, Danilo Barcelos, Bruno Silva, Raul (Bruno César), Lucas Mineiro, Marrony, Rossi (Valdívia), Maxi López. Técnico: Marcos Valadares.


Sampaoli realiza grande trabalho a frente do Santos.
NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Sem culpa no gol sofrido. Os cariocas ofereceram pouco perigo a meta santista. - 6,0
Victor Ferraz: Bem no primeiro passe da armação de jogada no apoio 'por dentro'. Teve trabalho duro na marcação do rápido Marrony, mas deu conta do recado. - 6,5
Lucas Veríssimo: Voltou muito bem depois da lesão. Zagueiro com muita personalidade. Quase marcou um gol de cabeça. Só não vai levar nota maior porque foi um dos envolvidos no gol vascaíno. Sorte que o VAR ajudou, pois se não seria o empate do time da cruz de malta. - 6,0
Gustavo Henrique: O arroz com feijão bem temperado de sempre. Também só teve um lapso durante todo o jogo. No gol de Maxi Lopes que o VAR anulou. - 6,0
Jorge: Muito técnico. Me lembra muito o Leonardo, ex-São Paulo, Flamengo e campeão do Mundo em 94 com a Seleção Brasileira nos Estados Unidos, tamanho a qualidade com a bola nos pés. Muito técnico. Não deve demorar muito para migrar para o meio de campo. - 7,0
Jean Lucas: Fisicamente, voa o garoto emprestado pelo Flamengo até o fim do ano. Aparece bastante para o jogo. - 6,5
(Alison): Limitou-se a frente da área na marcação e distribuir logo a bola. - 6,0
Pituca: Gosto do volante canhoto santista dessa forma, jogando mais a frente, 'pisando' na área. Marcou com eficiência, distribui bons passes e marcou um belo gol de cobertura. - 7,0
(Derlis González): Jogou pouco - SEM NOTA
Sánchez: Era para sair consagrado ontem do 'próprio da municipalidade paulistana', porque apareceu, deu opção de passe, virou jogo, mas pecou nas finalizações. Quando acertou parou na trave. - 6,5
Rodrygo: Acabou com o jogo. Marcou pressão na saída de bola, deu drible de corpo, fez um golaço e participou dos três gols da partida. Há menos de um mês de sua partida, vai deixar saudades, porque vai amadurecer ainda mais e vai brilhar no velho continente. - 8,0
Sasha: Aplicado, bastante movimentação, mas não conseguiu finalizar. Foi substituído. - 6,0
Jean Mota: Deu nova dinâmica ao time santista que pareceu em alguns momentos, estar satisfeito com o resultado. - 6,5
Soteldo: Não fez bom primeiro tempo. Suas tomadas de decisões em grande maioria foram equivocadas nos primeiros 45 minutos. Voltou melhor na segunda etapa e foi coroado com um gol. - 6,5
Técnico: Jorge Sampaoli: É o grande nome da equipe na temporada. Graças a ele, a direção se mexeu para contratar e com carência em algumas posições faz omeletes muitas vezes sem ovos. Quando o time caiu de produção, acertou nas alterações. - 7,0


LÉO HOMENAGEADO

Neste fim de semana, a Embaixada do Santos de São Paulo  realizou mais um maravilhoso evento que homenageou o ídolo Léo, maior vencedor de títulos pelo clube após a Era Pelé. Cerca de mil santistas compareceram ao Quintal do Espeto, na Vila Madalena, em São Paulo para reverenciar o ex-jogador que atuou em 457 partidas e marcou 24 gols, entre eles o do título Brasileiro de 2002.
"O Santos é tudo para mim. Estou meio afastado por uma escolha pessoal, mas o carinho do torcedor e a instituição sempre esteve e estará no meu coração." disse o maior lateral-esquerdo na história do clube.
Aproximadamente mil pessoas foram homenagear o ídolo Léo
O evento teve aproximadamente cinco horas de duração. A Embaixada entregou uma placa ao ex-atleta, agradecendo por tudo que ele representou com a camisa santista e os oito títulos. Foram dois brasileiros, 2002 e 2004, tri-paulista 2010/11 e 12; Libertadores 11, Copa do Brasil 2010 e Recopa Sul-Americana 2012. 


Fábio Lopes e Ricardo Agostinho da Embaixada em S.Paulo
O embaixador Ricardo Agostinho classifica os eventos organizados pela sua entidade como o resgate do espírito da família santista:
"Novamente um sucesso de público e de organização com parceiros como o Ademir Quintino e outros que ajudam a manter o Santos como protagonista do futebol mundial.


Mano Brown é líder dos Racionais e santista assumido.
MANO BROWN NO YOUTUBE COM ADEMIR QUINTINO

Santista de coração, porém avesso a entrevistas, o vocalista de um dos mais importantes grupos do rap brasileiro, o que mais público atrai para seus shows de rua e que já vendeu milhares de CDs, Mano Brown aceitou uma entrevista exclusiva para o meu canal oficial no YouTube.

É comum, o vocalista dos Racionais, considerado a voz da periferia pobre de São Paulo ser encontrado nas arquibancadas do Pacaembu ou da Vila Belmiro, tamanha sua paixão pelo Santos. O cantor e compositor faz da sua música um protesto e uma denúncia contra o racismo, o crescimento urbano caótico e a dura vida nos bolsões de pobreza da cidade. 

A gravação acontece esta semana e o programa vai ao ar na próxima terça-feira (21) no meu canal oficial no youtube - Pronto, eu falei. Aproveite para se inscrever no canal e ficar ciente de quando novos programas estarão no ar.


O progama terceiro tempo da TV Bandeirantes vai ao ar aos domingos das 18h às 20h.
TERCEIRO TEMPO

Neste domingo (12) estive no programa Terceiro Tempo apresentado por Milton Neves na TV Bandeirantes como convidado.

Também participaram do dominical esportivo os comentaristas e ex-jogadores Neto, Denílson e Alline Calandrini.

Aproveito o ensejo para agradecer a todos que me acompanharam no programa e principalmente pelas energias positivas dos que torcem pelo meu sucesso na carreira, principalmente pelas energias positivas dos que torcem pelo meu sucesso na carreira!

strutura.com.br





 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by