FOTO CAPA

DIVERGÊNCIA

Publicado às 14h29 desta sexta-feira, 17 de agosto de 2018.
A direção santista e o técnico Cuca não falam a mesma língua, principalmente, se o assunto for a arbitragem de Rodolpho Toski Marques que foi o designado no apito de Cruzeiro e Santos, na última quarta-feira (15). O Peixe enviou um ofício a Comissão de arbitragem, exigindo que o árbitro passe por uma reciclagem e que ele não seja escalado mais nos jogos do time de Vila Belmiro. Já o técnico santista, afirmou em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (17), que o mediador é um dos melhores e que os dirigentes do clube tem de reconhecer a qualidade dele e que não pode ficar marcado pelo desempenho do último jogo.

A polêmica em torno do árbitro, se deu em razão do mesmo ter dado um minuto a mais, após os 49 do segundo tempo, no jogo de volta, das quartas de finais da Copa do Brasil, entre Cruzeiro e Santos, no Mineirão e após dar mais um de acréscimo, segundos depois, sem nenhuma razão, encerrou a partida num contra-ataque que poderia culminar com o terceiro gol ao time de São Paulo, o da classificação, já que Gabriel Barbosa saiu sozinho diante do goleiro Fábio e antes do cronômetro marcar cinquenta, encerrou a partida e o confronto foi decidido nos pênaltis com vitória do time de Belo Horizonte.

A nota enviada pelo Peixe em um dos parágrafos cita - "ausência de bom senso e grosseira prática de antijogo". O próprio Cuca reclamou acintosamente com o árbitro ainda dentro do gramado e na coletiva pós-jogo disse que "sabia que o time perderia" pois os jogadores da sua equipe estavam emocionalmente abalados e que não estavam com a cabeça preparada para os pênaltis.

Porém, nesta sexta-feira, o comandante técnico saiu em defesa do árbitro do jogo que desclassificou o Santos, na Copa do Brasil:
"Acho que o (Rodolpho) Tosk é bom arbitro. Um dos melhores. Tem que apitar jogos nossos. Vai ter erro como todos outros têm. Não foi má fé. Não dá para colocar um rótulo para não apitar mais as nossas partidas. A diretoria tá representando a dor de todos. Mas temos que reconhecer a qualidade dele." afirmou o técnico Cuca.
Enquanto direção e comando técnico não se entendem, o Santos tem jogo importante na tentativa de deixar a zona de rebaixamento diante do Sport, neste sábado (18), às 16h na Vila Belmiro. No domingo (19), a delegação embarca para a Argentina, onde na terça (e estaremos lá, com passagens comprados com recursos próprios) enfrenta o Independiente-ARG, pela Libertadores da América. 
.
strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by