FOTO CAPA

CLASSIFICAÇÃO ENCAMINHADA

Publicado à 01h30 desta sexta-feira, 11 de Maio de 20178.

O Santos encaminhou a classificação para as quartas de finais da Copa do Brasil. Independente se o adversário não era parâmetro, para pouco mais de 3 mil heróis que compareceram em Urbano Caldeira, a equipe goleou o Luverdense por 5 a 1 e fez a sua parte, vencer e bem. Com isso, pode perder por três gols de diferença, na partida de volta, em Lucas de Rio Verde, semana que vem, que ainda assim estará classificado. Os gols foram de Gabriel Barbosa (3), Gustavo Henrique e Yuri Alberto.

O time de Jair Ventura teve três novidades na escalação: Vitor Bueno, Victor Ferraz e Gustavo Henrique. Cittadini com entorse no tornozelo, Braz com dores musculares e  Daniel Guedes que foi para suplência, deixaram o time.

Os primeiros 45 minutos do alvinegro não foram legais, não. Um time nervoso, que até agredia, mas de forma desordenada. 

Após cobrança de falta dos visitantes, a bola quicou no gramado e o ótimo Vanderlei, acabou levando o gol. Gabriel Barbosa empatou logo em seguida e assim, os times foram para o intervalo.

Na etapa complementar, o Peixe colocou os ânimos no lugar e com um adversário que ocupa a modesta oitava colocação do seu grupo na série C, enfileirou a diferença necessária até para jogar com um time reserva, se o treinador desejar, no jogo do dia 17.

O Glorioso da Vila volta a campo no próximo domingo (13), diante do Paraná, pelo Campeonato Brasileiro.

Alison passa a tarja de Capitão a Vanderlei.
FICHA TÉCNICA
SANTOS 5 X 1 LUVERDENSE

Estádio Vila Belmiro, Santos (SP)
Data-Hora: 10/5/2018 - 21h45
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Público/renda: 3.590 pagantes/R$ 90.725,00
Cartões amarelos: Alison e Gabriel (SAN), Moisés, Paulinho e Rafael Silva (LUV)
Gols: Itaqui (10'/1ºT) (0-1), Gabriel (24'/1ºT) (1-1), Gustavo Henrique (13'/2ºT) (2-1), Gabriel (17'/2ºT) (3-1), Gabriel (22'/2ºT) (4-1), Yuri Alberto (40'/2ºT) (5-1)
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Yuri, aos 20'/2ºT), Jean Mota e Vitor Bueno (Arthur Gomes, aos 31'/2ºT); Eduardo Sasha (Yuri Alberto, aos 38'/2ºT), Rodrygo e Gabriel. Técnico: Jair Ventura.
LUVERDENSE: Diogo Silva; Itaqui, André Ribeiro, Kaíque e Paulinho; Élton (Rubinho, aos 24'/2ºT), Diogo Sodré, Moisés e Lucas Braga (Adriano, aos 33'/2ºT); Rafael Silva e Paulo Renê (Ariel, aos 19'/2ºT). Técnico: Luizinho Vieira.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS: 
Vanderlei: Goleiro com o seu futebol não pode tomar um gol que levou. Fez uma excelente defesa, um milagre no fim do primeiro tempo. - 5,5
Victor Ferraz: Fez duas belas assistências. Bem no apoio. - 7,0
Lucas Veríssimo: Caiu de produção nos últimos jogos. No contra-ataque ficou no mano a mano e perdeu algumas. - 5,5
Gustavo Henrique: Não tem a mesma qualidade no jogo aéreo no ataque, como tem quando defende. De tento tentar marcou o seu gol. - 6,5
Dodô: Jogador mais técnico do time atualmente. Podia até ser testado no meio. - 6,5
Alison: Mesmo com a qualidade limitada do meio-campo adversário, sozinho deu conta do recado. Foi capitão do time. - 7,0
(Yuri): Bem na marcação e na troca de passes. Sem ritmo de jogo, a partida foi importante para seu recomeço após recuperação de lesão. - 6,0
Jean Mota: Discreto na primeira etapa, foi melhor no segundo tempo. Fez uma bela cobrança de falta bem defendida pelo camisa 1 do Luverdense. - 6,0
Vitor Bueno: Discreto no primeiro tempo, melhorou nos 45 minutos finais. Deu a assistência do gol de Gustavo Henrique. - 6,5
(Arthur): Bela assistência para o gol de Yuri. - 6,5
Sasha: O melhor do jogo ao lado de Gabriel Barbosa. Mesmo sem ser meia, era o homem do contra-ataque. Armou diversas assistências para gols. - 7,5
(Yuri Alberto): Não jogou nem 10 minutos, mas o suficiente para reviver os tempos da base com Rodrygo e marcar um gol. - 7,0
Rodrygo: Bem nos dribles e no um contra um. Estava ansioso para marcar seu primeiro gol na Vila e isso o atrapalhou um pouco. - 7,0
Gabriel Barbosa : Começou mal, mas assim que marcou o primeiro jogou bem. Marcou mais dois, um de calcanhar. - 7,5
Técnico: Jair Ventura: Os primeiros 45 minutos do Santos foram sofríveis. Conseguiu ajustar o time no vestiário para que a goleada viesse. - 6,5
strutura.com.br


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by