FOTO CAPA

BOA IMPRESSÃO NA ESTRÉIA


Publicado às 21h50 desta quarta-feira, 17 de janeiro de 2018.
O Santos largou bem na estréia do Paulista deste ano. O alvinegro venceu o Linense, no Gilbertão, por 3 a 0. Os gols do Peixe foram de Rodrigão e dois do jovem Arthur. 

Na primeira etapa, o Santos teve dificuldades no inicio da partida, de trocar bola e sair do seu campo defensivo. Porém, bem compactado, com as linhas bem próximas, no melhor padrão Jair Ventura, o time aproveitou que o adversário não exigia dificuldades a defesa santista e aos poucos, se impôs. 

Mas não foram só flores na largada da temporada ao time praiano. Com sete minutos de partida, Bruno Henrique deixou o gramado, após a bola se chocar contra seu olho direito. O atacante foi analisado no vestiário e deve realizar exames, já que ele ficou sem enxergar após o lance, durante bom tempo.

Na primeira oportunidade que o alvinegro teve no jogo, Vecchio encontrou Arthur na diagonal da grande área, ele que substituiu Bruno Henrique, para abrir o marcador aos 21 minutos. Quando tudo levava a crer que os times iriam para o intervalo com a vantagem mínima dos visitantes, Rodrigão acertou um "pombo sem asas" do meio da rua e ampliou.

Após o intervalo, o Santos voltou melhor ainda. Com o resultado nas mãos, a confiança "lá em cima", o time parou de errar passes e o terceiro gol era questão de tempo. Novamente Vecchio, achou Copete na esquerda e o camisa 36 cruzou milimetricamente para Arthur amplia o marcador e colocar números finais no jogo - 3 a 0.     

O importante era estrear bem, com vitória e isso o time conquistou, independente da qualidade do adversário. Dá moral ao grupo que é visto com desconfiança por tudo que aconteceu e as poucas reposições. 

Apesar de pouco tempo de trabalho e apenas o primeiro jogo, a compactação do time é visível. Deixa boa impressão que a equipe pode ser competitiva, apesar da carência de talento em alguns setores.

O cartão de visita apresentado foi bom, mas não pode achar que está tudo maravilhoso e a equipe não necessita de reforços pontuais. A condição física ainda não é das melhores e esse pode ser um diferencial a favor do Santos, já que o preparador Ednílson Santana, fez ótimo trabalho no Botafogo-RJ e deixou o time da estrela solitária para acompanhar Jair, no litoral paulista.

Na próxima segunda-feira (22), o Santos joga sua primeira partida como mandante, na Vila Belmiro, diante do Bragantino, às 20h. 

FICHA TÉCNICA
Linense 0 x 3 Santos
Estádio Gilbertão - Lins (SP)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Cartões:Renato, Romário e Alison (SFC) e Bileu (LIN).
GOLS: Arthur aos 21(1o.tempo) e 10 (2o.tempo) e Rodrigão, aos 47 do (1o.tempo).
SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo (Luiz Felipe), David Braz e Romário; Alison, Renato e Vecchio; Bruno Henrique (Arthur Gomes), Copete e Rodrigão (Yuri Alberto). Técnico: Jair Ventura
LINENSE: Victor Golas, Reginaldo, Adalberto, Leandro Silva e Eduardo; Bileu, Marcão Silva, Danielzinho e Murilo (Thiago Humberto); Berguinho (Kauê) e Wilson (Kadu). Técnico: Moacir Júnior

Rodrigão marcou um golaço.
NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Quase não foi exigido. Fez apenas um defesa importante. - 6,5
Victor Ferraz: Ainda não entrosou com Vecchio para as passagens no apoio pelo meio, "por dentro", como fazia com Lucas Lima. Na marcação, não comprometeu. - 6,0
Lucas Veríssimo: Bem posicionado. Impediu um chute do atacante do Linense durante o primeiro tempo, quase na pequena área. Sentiu um desconforto muscular e foi substituído.- 6,5
(Luiz Felipe): Tem muita qualidade na saída de bola. A exemplo do antecessor, bem colocado. - 6,0
David Braz: Um dos líderes do time. Bem na saída, parece volante, tamanha qualidade no passe. Ataque do time da casa colaborou na tarefa, já que a retaguarda santista quase não foi exigida. - 6,5 
Romário: Começou bem, mas em seguida teve dificuldades na marcação. As poucas vezes em que o Linense conseguiu chegar ao ataque foi nas suas costas. Depois com Copete colaborando no setor, ficou protegido. Estréia discreta. - 5,5
Alison: O cão de guarda de sempre. Muito voluntarioso. Levou um cartão bobo ao dar o carrinho em uma "zona morta" do campo, quando a partida já estava decidida. - 6,5
Renato: Errou alguns passes no começo da partida. Com a vantagem no placar, organizou o jogo e até inverteu algumas bolas com maior facilidade. - 6,0
Vecchio: Mesmo não sendo armador participou dos três gols. Deu a assistência do primeiro, roubou a bola no segundo e deu origem a jogada do terceiro. Demonstrou muita disposição e vontade. Incorporou o espírito do técnico Jair Ventura. Deu botes na marcação, na linha alta na defesa adversária - 7,5
Bruno Henrique: Teve a infelicidade de no primeiro lance de ataque a bola voltar em seu olho direito. Vai ser avaliado para saber a gravidade de uma possível lesão. - SEM NOTA
(Arthur): A noite foi dele. Bem colocado e frio na finalização dos dois gols marcados. Ganhou confiança e fez um bom segundo tempo. - 8,0
Copete: Um primeiro tempo de muita entrega, principalmente na recomposição da dobra da marcação com Romário. No segundo deu bela assistência no terceiro gol de Arthur. - 7,0
Rodrigão: Teve uma oportunidade de cabeça e não finalizou bem. Foi ágil e marcou um lindo gol quase do meio-campo. Na segunda etapa foi substituído. - 7,5
(Yuri Alberto): Quando entrou, o jogo estava decidido. Foram poucas as oportunidades com o antecessor Elano e agora com Jair, mas ainda não conseguiu se dar bem quando sai fora da área. Tem potencial. Não teve chances de finalizar. - 5,5
Técnico: Jair Ventura: Apesar de pouco tempo, deu para perceber que o time começa com um padrão, algo que não teve no segundo semestre do ano passado. As linhas extremamente bem compactadas, com pouca distância entre elas. Jogadores que não costumavam sequer fazer sombra, lutando demais para roubar a bola. O Santos tem tudo quando tiver na sua plenitude física, de ser uma das equipes mais rápidas do país na transição. Precisa de material humano em algumas posições. Deixa boa impressão de que vai fazer bom trabalho novamente, mas ainda é muito cedo para afirmar. - 7,5

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by