FOTO CAPA

ROBINHO RESOLVE MAIS UMA VEZ

Publicado às 03h02 desta segunda-feira, 2 de março de 2015.

O Santos venceu pela quinta vez no Campeonato Paulista. Em uma partida onde o alvinegro abriu três gols de diferença e depois de um susto no seu torcedor ao sofrer outros dois em quatro minutos, Robinho, novamente ele, resolveu a "parada" após bela jogada de Gabriel e selou o resultado em 4 a 2 contra o Linense. Os gols santistas foram de Renato, dois de Robinho e um que a arbitragem assinalou como contra.

O Peixe começou a mil por hora e tratou de abrir o marcador no início da partida com Robinho. Ampliou ainda no primeiro tempo com Renato de cabeça (foi o primeiro gol do volante desde o seu retorno), aumentou a contagem no começo da segunda etapa e parecia com a fatura liquidada.

Porém, a equipe acomodou e o treinador santista - Enderson Moreira fez a primeira das três alterações que tem direito sacando o cansado estreante Valencia, um dos principais homens da marcação para a entrada de Elano. Foi a equação para o Linense alugar o meio de campo e diminuir o marcador.

Em seguida, o treinador colocou Lucas Otávio para dar melhor proteção ao sistema defensivo e também lançou Gabriel, há pouco menos de dez minutos do fim. O camisa 10 parece recuperar a sua melhor forma física e botou fogo no jogo. Já no apagar das luzes, o artilheiro do time em 2014 fez bela jogada e rolou para o Rei das Pedaladas que nunca tinha marcado gols no Pacaembu, aumentar a contagem e marcar seu quarto gol no próprio da municipalidade paulistana em dois fins de semana.

O Peixe volta a campo no domingo (8) que vem. Sem Robinho e David Braz que receberam o terceiro cartão amarelo, o Santos enfrenta o Botafogo-SP às 18h30 em Ribeirão Preto com transmissão da Rádio Capital - 1.040 AM. Os dois jogadores suspensos retornam contra o Palmeiras, dia 11, no estádio da Vila Belmiro.


FICHA TÉCNICA
SANTOS 4 X 2 LINENSE
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Público/Renda: 10.954 pagantes / R$ 324.680,00
Cartões Amarelos: Robinho e David Braz (SAN) e Moisés Ribeiro (LIN)
GOLS: Robinho, 4'/1ºT (1-0), Renato, 38'/1ºT (2-0), Anderson (contra), 4'/2ºT (3-0), Diego, 24'/2ºT (3-1), William Potker, 28'/2ºT (3-2) e Robinho, 45'/2ºT (4-2)
SANTOS: Vanderlei; Cicinho, Werley, David Braz e Victor Ferraz; Valencia (Elano, 23'/2ºT), Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Lucas Otávio, 30'/2ºT), Robinho e Ricardo Oliveira (Gabriel, 37'/2ºT). Técnico: Enderson Moreira.
LINENSE: Anderson; Bruno Moura, Adalberto, Álvaro e Igor; Moisés Ribeiro, Memo, Clébson (Bruno Tiago, 16'/2ºT) e Gilsinho (Felipe Augusto, 33'/2ºT); William Potker e Diego (Gabriel, 40'/2ºT). Técnico: Luciano Quadros.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Vanderlei: Sem culpa nos gols. - 6,0
Cicinho: Não apoiou com eficiência e na defesa não tinha a quem marcar. - 5,5
Werley: Cometeu um pênalti e falhou na bola aérea do segundo gol do adversário. - 4,5 
David Braz: Falhou em algumas saídas de bola. Ainda assim, o melhor da defesa. - 6,0
Victor Ferraz: Novamente improvisado, desarmou alguns lances. Não apoiou. - 5,5
Valencia: Me agradou a estréia do colombiano. Sabe jogar mas não marca tão bem como Lucas Otávio. Ainda fora de forma. Cansou e pediu substituição. - 6,5
(Elano): Não foi bem nas bolas paradas. Entrou em uma função onde não atua há muito tempo e não tem o mesmo poder de marcação do começo de carreira. - 5,5
Renato: Dos últimos jogos foi a sua melhor apresentação. Coroado com um gol. - 7,0
Lucas Lima: Duas assistências de bola parada nos dois primeiros gols. - 7,5
Geuvânio: Algumas tabelas interessantes com Ricardo Oliveira e Lucas Lima. Não reeditou as apresentações do começo da temporada. - 5,5
(Lucas Otávio): Entrou e arrumou a bagunça que ficou o meio de campo santista sem marcação. - 6,5
Robinho: Nunca tinha marcado gols no Pacaembu. Fez mais dois na noite deste domingo e ainda colocou uma bola na trave. Parece recuperar sua melhor forma física. - 8,5
Ricardo Oliveira: Apesar de não ter marcado gols, apareceu, fez ótimas tabelas e ainda abriu espaços na zaga adversária. Mesmo divorciado com as redes, vem demonstrando dedicação. - 6,5
(Gabriel): Foi eletrizante. Deu um drible da vaca para tocar a Robinho. Deixou Elano na cara do gol e ainda deu a assistência para o último gol. Tudo isso em apenas dez minutos. - 7,0
Técnico: Enderson Moreira: Foi extremamente infeliz na escolha do substituto de Valencia. Quis inventar ao colocar Elano e não Lucas Otávio na cabeça de área e abriu um buraco no meio do campo. Se fosse um adversário com maior qualidade técnica e poder ofensivo o pior poderia acontecer. - 5,0


Aguardando o borderô

Se o Peixe não tivesse vendido o mando de campo neste fim de semana, como de fato aconteceu, o clube provavelmente teria pago para jogar. Se meus cálculos estiverem corretos, a renda da partida contra o Linense deve apresentar déficit, dependendo do valor das despesas diversas. 

Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO publicou no sábado (28), os dirigentes do Santos venderam o mando de três partidas do time no estadual. Os jogos negociados foram contra o Red Bull em Rio Preto, Linense e Audax, este último, dia 21, no mesmo Pacaembu.

Vamos aguardar o borderô da Federação Paulista para verificar se as minhas contas efetivamente estão corretas. A renda bruta deste domingo foi de R$ 324.680,00.

Se a soma dos três jogos vendidos a um investidor não ultrapassar R$ 835 mil, o Peixe permanecerá com os R$ 500 mil que já recebeu adiantado. Se os valores forem maiores, o time praiano terá a receber 60% da diferença arrecadada acima da quantia supracitada.

Em Rio Preto, a renda bruta totalizou pouco mais de 289 mil. A soma das duas partidas totalizam R$ 614 mil sem o total de despesas.



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by