FOTO CAPA

QUEM SAI DO JEJUM?

Publicado às 16h52 desta segunda-feira, 24 de novembro de 2014.
Um dia, Santos e Botafogo já foram protagonistas de decisões do futebol nacional e até fizeram o primeiro duelo brasileiro na história da Libertadores, porém a realidade é bem diferente e ambos não vencem há mais de um mês.  O Peixe coleciona um jejum de nove jogos e o time da estrela solitária que pode ser rebaixado na próxima rodada, não ganha desde 25 de outubro. Os dois clubes se enfrentam no domingo que vem (30), às 17h, no estádio do Vila Belmiro.

A última vitória santista na temporada foi no estádio do Pacaembu contra o Palmeiras, pela vigésima nona rodada. No dia 19 de outubro, o time de Enderson Moreira conquistava a sua quinta vitória nas últimas seis partidas, porém, daí em adiante, a "chave virou" e foram cinco derrotas e dois empates no Brasileirão, além da eliminação na semifinal da Copa do Brasil, com uma derrota e um empate contra o Cruzeiro.


Coincidência, ou não, após a contusão do atacante Geuvânio contra o Fluminense, a recuperação do Santos no segundo semstre chegava ao fim. O camisa 45 do Peixe retornou neste fim de semana, após ter ficado quatro semanas no departamento médico, na derrota contra o São Paulo. Ele atuou bem, apesar da falta de ritmo de jogo.

Já o time da capital carioca, vem de cinco derrotas consecutivas e detém a marca de pior campanha do segundo turno. Foram apenas 10 pontos somados, com três vitórias, um empate e 12 derrotas. Para o time que um dia teve Garrincha, Didi e Gerson escapar da série B em 2015, não basta voltar a vencer os dois jogos que lhe restam. Além disso, precisa que o Palmeiras não some nem mais um ponto.

A exemplo do Santos, os botafoguenses também estão às vésperas de eleição. Nesta terça-feira (25), em General Severiano, os associados votam e decidem entre quatro candidatos quem substituirá o criticado mandatário, Maurício Assumpção. O vencedor do pleito vai tomar posse do cargo já no dia seguinte para comandar o clube no próximo triênio.

Resposta da CBF ao pedido da diretoria do Santos de mudança.
A partida entre Santos e Botafogo era para acontecer em São José dos Campos, interior de São Paulo. A diretoria santista tinha negociado uma cota de aproximadamente R$ 400 mil com a prefeitura do Vale do Paraíba, porém, a CBF vetou a transferência em razão da Polícia Militar ter enviado um laudo a entidade máxima do futebol brasileiro afirmando que o estádio Martins Pereira tem capacidade para 12.234 pagantes. 

Os jogos da série A exigem capacidade mínima de 15 mil lugares. (veja o documento que o Blog do ADEMIR QUINTINO teve acesso na foto, ao lado). Com isso, a Vila Belmiro está mantida como palco do penúltimo jogo das equipes em 2014. 

Ao alvinegro da Vila fica o "alento" de poder rebaixar os cariocas (se não cairem na véspera - sábado quando jogam Internacional e Palmeiras e Flamengo e Vitória), para a série B do futebol nacional, praticamente dezenove anos depois da perda do título brasileiro de 1995, onde os erros do árbitro Márcio Rezende de Freitas evitaram que G10vanni e Cia pudessem dar a volta olímpica em mais uma conquista nacional pelo Santos.


Finais sub-15 e sub-17 

O Santos tem a melhor base do futebol brasileiro e depois de conquistar o título paulista sub-13, o Peixe busca os títulos no estadual sub-15 e sub-17.

No sub-17, o time do técnico Aarão Alves perdeu o duelo de ida por 2 a 1 para o Palmeiras, na rua Javari. No jogo de volta, o alvinegro precisa vencer o adversário por qualquer resultado para ficar com o título, pois, a melhor campanha da competição pertence ao Peixe. O confronto está marcado para o próximo sábado (29), às 10h45, no estádio da Vila Belmiro. A entrada é franca.

Já o sub-15 empatou com o São Paulo, neste fim de semana, no CT Rei Pelé em 0 a 0. Para conquistar o título, o Santos necessita de uma vitória por qualquer placar. Em caso de empate ou derrota no duelo de volta, o título fica com o time da capital. A decisão será realizada no próximo sábado (29), às 9 horas, no CT Laudo Natel, em Cotia.

                                            

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by