FOTO CAPA

CORRIDA CONTRA O TEMPO

Postado às 13h40 desta segunda-feira, 13 de outubro de 2014.
O dia 26 de fevereiro de 2014 ficou marcado na carreira do jovem zagueiro Gustavo Henrique. E não foi de maneira positiva. Nessa data (coincidentemente, a data de aniversário deste repórter), o defensor rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito. Em seguida, realizou intervenção cirúrgica e realiza tratamento desde então.  O zagueiro de 21 anos deu entrevista exclusiva ao Blog do ADEMIR QUINTINO e falou de tudo um pouco. A recuperação, a volta e o sonho de disputar a Olimpíada de 2016. O camisa 6 já esta na fase de recuperação do condicionamento físico e em mais três a quatro semanas, aproximadamente, a disposição do técnico Enderson Moreira.

Gustavo Henrique foi ao lado de Alison, as duas revelações do clube em 2013. O zagueiro desbancou o vitorioso Durval como titular, quando o treinador era Claudinei Oliveira e realiza fisioterapia diariamente em três períodos. Ele vem sendo substituído por David Braz, que forma a dupla de zaga com o capitão Edu Dracena. Pelos profissionais jogou 38 vezes e marcou três gols.

ENTREVISTA GUSTAVO HENRIQUE

Blog do ADEMIR QUINTINO: Tem previsão da sua volta aos gramados em jogos oficiais? A sua recuperação demorou um pouco mais (era pra ter voltado no final de setembro) pois você sofreu com uma tendinite, após a recuperação da cirurgia? Está correta a minha informação?
GUSTAVO HENRIQUE: A previsão de volta vou saber à partir desta segunda-feira com mais exatidão. Preciso ganhar um condicionamento físico melhor para poder jogar novamente em alto nível. Serei introduzido aos poucos no trabalho com o grupo. Sim, você tem razão, sofri com uma tendinite, mais agora está tudo zerado. 

BAQ: Como foi esse período de recuperação. Qual foi o momento de maior sofrimento?
GH: Foram 8 meses difíceis, de ansiedade , de luta, mas agora não tem mais como voltar no passado e é daqui pra frente que eu foco. Prefiro pensar no futuro. Tudo que aconteceu serve como aprendizado, meu amadurecimento e contei durante esse período com o apoio da minha família, dos amigos e de todo o departamento médico do Santos. Desde os médicos, os fisioterapeutas que são competentes e muito dedicados.


BAQ: A dez rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro e mais quatro jogos, se o Santos for a final da Copa do Brasil, ainda dá tempo de você voltar e ser titular esse ano?
GH:Sinceramente, eu ainda não pensei sobre voltar de titular. Não quero  pular ou queimar etapas. Eu tenho primeiro que pensar em voltar primeiramente bem , sem dor, confiante e depois isso é com o treinador Enderson Moreira. Porém, meu principal objetivo é voltar bem e confiante. 

BAQ: Você tem idade olímpica. As suas atuações em 2013 principalmente, quando você parou nomes consagrados do futebol brasileiro, como Ronaldinho Gaúcho na Vila, te credenciaram a disputar a competição em 2016, no Rio de Janeiro. Você chegou a ser convocado várias vezes. Ainda pensa nisso ou com a contusão você perdeu muito espaço? 
GH: Sim , ainda sonho com as olimpíadas, é um objetivo que eu estou procurando pra minha carreira, pro meu futuro. Será muito bom, mas como disse na resposta anterior, tenho que recuperar meu espaço no Santos, para depois poder ter condições e autoridade moral para pensar em voltar a seleção sub-21 e principal, por que não?


INVASÃO AO PACAEMBU

O torcedor do Peixe que quiser adquirir ingressos para o duelo decisivo entre  Santos e Botafogo-RJ, na próxima quinta-feira (16) no estádio do Pacaembu e tem dificuldade de comprar ingressos nas bilheterias, pode adquirir através deste site do ingresso fácil - http://www.ingressofacil.com.br/views/pages/DetalheEvento.aspx?id=17689&evento=SANTOS%20X%20BOTAFOGO .

Chegou a hora do torcedor do alvinegro praiano fazer a diferença e empurrar o time a semifinal da Copa do Brasil.

                                    

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by