FOTO CAPA

VALE A PENA INVESTIR EM TODOS?

Postado às 16h53 desta segunda-feira, 15 de setembro de 2014.
O atacante Tiago Alves, emprestado ao Paraná Clube é o próximo jogador a deixar o Santos e o clube ficará apenas com a porcentagem por ser formador do atleta. O artilheiro dos paranistas com seis gols no Brasileiro da Série B tem seu contrato a se encerrar em 31 de dezembro deste ano, mesma data que expira seu contrato de empréstimo com o time de Curitiba. O Santos é dono de 60% dos seus direitos econômicos.

Como permite a legislação esportiva do país, o jogador por estar a menos de seis meses de ter seu contrato encerrado com os atuais proprietários de seus direitos econômicos, já pode assinar um pré-contrato com qualquer outra agremiação.

Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou os representantes de Tiago tentaram a renovação do contrato com o Santos antes da ida do jogador para o Paraná, porém, não houve um acordo.

Em 2012, sob o comando técnico Muricy Ramalho, Tiago Alves começou o Paulistão de 2012 entre os titulares do Peixe (os principais jogadores estavam de férias, em razão da disputa do Mundial de clubes, no fim do ano anterior). 

Prestes a completar 21 anos, o atacante natural de São João do Araguaia-PA, foi emprestado diversas vezes pelos dirigentes do Peixe. Ele defendeu o Boa Esporte-MG, América-MG, Penapolense-SP, antes de chegar ao Paraná Clube no meio deste ano.

O jogador se destacou na Vila Belmiro pelas apresentações na Copa Eurofarma – torneio Sub-20, que o Santos disputou e ganhou em 2010. Ele também foi campeão paulista sub-17 pelo Peixe, no mesmo ano, sob o comando do técnico Claudinei Oliveira. Tiago Alves fez 14 jogos pelo time profissional do Santos e marcou um gol.

Em 2014, deixaram o time de Vila Belmiro outros pratas da casa com os contratos encerrados sem que o clube arrecadasse nenhum valor. São eles, o volante Anderson Carvalho e os atacantes Victor Andrade e Neílton. O Santos negociou e ficou com uma pequena porcentagem dos respectivos direitos econômicos de cada um dos três jogadores para liberá-los imediatamente, há poucos dias antes do término de seus vínculos.

                                        

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by