FOTO CAPA

O MELHOR ATAQUE É A DEFESA

Postado às 21h20 deste sábado, 6 de setembro de 2014.
O Santos conquistou sua sétima vitória no Campeonato Brasileiro. Na estreia de Enderson Moreira, o alvinegro venceu o Vitória-BA por 3 a 1, pela décima nona rodada do Campeonato Brasileiro, em partida realizada no Pacaembu. David Braz marcou dois com duas assistências de seu companheiro de zaga - Edu Dracena, além de Leandro Damião. Dinei descontou para os soteropolitanos. O resultado levou o time da Vila para 26 pontos. 

Os primeiros 45 minutos do Santos foram horrorosos. Sem criatividade e bem encaixado na marcação dos baianos, o Peixe não conseguia agredir o adversário.

Se o treinador santista mandou bem no intervalo, ainda não dá pra dizer, mas coincidência ou não, em duas bolas paradas (muito treinada nos três treinos no CT Rei Pelé) o alvinegro praticamente liquidou o jogo em seis minutos. Em ambas, cruzamentos de Lucas Lima, desvio do capitão Dracena e gols de David Braz que curiosamente ficou quase um ano afastado no clube nordestino e pelo visto pagou com juros e correção monetária. 
"A primeira vez que faço dois gols em um jogo. É uma sensação muito gostosa. Venho treinando bastante, o Enderson chegou e ontem mesmo fizemos bastante bola parada. Deu certo hoje" afirmou o camisa 14, autor de dois gols na partida.
O Vitória também descontou de cabeça e Leandro Damião marcou seu primeiro gol pelo Santos no Pacaembu, dando números finais.

Tem muito ainda para se fazer, mas o novo comandante estréia com o pé direito e isso foi o mais importante.

Quarta-feira (10), às 21h, o Peixe volta a campo contra o Sport-PE, em Pernambuco. Robinho, Alison e Mena permanecem como desfalques para o jogo que marca a abertura do returno da competição nacional.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 1 VITÓRIA
Árbitro: Felipe Gomes da Silva(PR)

Público/Renda: 14.205 pagantes / R$ 273,930,00

Cartões amarelos:  Edu Dracena (SAN);  Luiz Gustavo, Nino, Ednei, Gatito Fernandez, Juan (VIT)

Gols: David Braz aos 1'/2ºT (1-0); David Braz aos 6'/2ºT (2-0); Dinei aos 19'/2ºT (2-1); Leandro Damião aos 29'/2ºT (3-1)

SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Zé Carlos; Arouca, Souza e Lucas Lima; Gabriel (Alan Santos, 341/2ºT), Thiago Ribeiro (Rildo, 27'/2ºT) e Leandro Damião (Geuvânio, 40/2ºT). Técnico: Enderson Moreira.

VITÓRIA: Gatito Fernandez, Nino, Luiz Gustavo, Ednei e Juan; Neto Coruja, Richarlyson, Marcinho e Caio (Aguiar, 8'/2ºT), Willie e Dinei (Vinicius, 44'/2ºT). Técnico: Ney Franco.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Aranha: Sem culpa no gol dos baianos. Pouco trabalhou - 6,0
Cicinho: Não fez uma partida ruim, porém no gol do Vitória não subiu com o atacante baiano - 5,5
Edu Dracena: Duas assistências de cabeça para os gols do seu companheiro de zaga. Vem readquirindo a sua melhor forma física após nove meses parado - 7,5
David Braz: Oportunismo de centroavante nos dois gols - 7,5
Ze Carlos:  O arroz com feijão bem temperado. Vem crescendo - 6,0
Arouca: Um segundo tempo maravilhoso. Um monstro - 7,0
Souza: Ainda não justificou a contratação. Nem nas faltas, sua maior qualidade - 5,0
Lucas Lima: Discreto na primeira etapa, melhorou na segunda. Fez as duas cobranças na cabeça de Dracena nos gols de Braz - 7,0
Gabriel: Prendeu demais a bola no primeiro tempo. Foi substituído - 5,5
(Alan Santos): Pouco tempo - sem nota
Thiago Ribeiro: Longe do ideal, porém, foi menos mal na segunda etapa - 5,0
(Rildo): Um pouco mais agressivo que seu antecessor, porém tem mais futebol do que apresentou - 5,5
Leandro Damião: Aos poucos readquire a confiança. Batalhou, perdeu gol feito, mas voltou a marcar o seu - 6,0
(Geuvânio): Entrou no final - sem nota
Técnico: Enderson Moreira: Se foi ele o responsável pela mudança do comportamento do time na etapa final, o tempo vai dizer. Tem apenas 4 dias no clube, mas precisa variar o esquema tática e substituir peças que não estão funcionando. - 6,0
                       

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by