FOTO CAPA

O NOSSO REI É NEGRO


(*) Por Felipe Takashi

O Santos é o clube mais alvinegro do mundo. Sim, nosso preto é mais preto que o da Juventus (ITA), nosso branco é mais branco que o do Newcasltle (ING), e acredite, não sou daltônico.

O Santos é o único clube do mundo que soma a cor da pele de seus atletas a seu uniforme e se orgulha disso. Nossa camisa, mesmo poluída pelo consumismo, vista de cima, se mantém incólume. Repare. O mesmo fenômeno ocorre quando um negro veste nosso manto, mais negro ele fica, como se o pigmento da pele de Pelé o deixasse livre de todo mal. E assim, criamos a identidade máxima do futebol: Homem negro com camisa branca.

Se somos o clube mais alvinegro do mundo, somos mais alvinegros até que o Mazembe do Congo na África. Aliás, por falar em Congo na África, foi lá, que o Santos conseguiu o seu maior feito ao longo de seus 101 anos de vida. Foi no dia 19/1/1969, em que soldados trocaram suas armas por pipoca. Refugiados saíram do campo de concentração direto para um campo de futebol. E o maior dos títulos era conquistado. Mais que os vinte estaduais. Mais que os cinco Rio-SP. Mais que a Copa do Brasil. Mais que os oito campeonatos brasileiros. Mais que as três Libertadores. Mais que os dois Mundiais.

Por quê no final das contas, o título que precisamos é de paz, respeito e amor ao próximo. E esse título, não precisa de troféu. Esse título, está dentro do coração de cada um.

(*) Felipe Takashi é Coordenador de Comunicação e Marketing na Agência 360 Pixels e responsável pela diagramação do Blog do Ademir Quintino.
"Nunca vi no Mundo um time que joga tão lindo de branco como o Santos Futebol Clube"
(Cesar Menotti, técnico argentino Campeão do Mundo em 1978)


Peixe no Vale do Paraíba

Sem o Centro de Treinamento cedido para a Seleção Mexicana durante a Copa do Mundo o Santos anunciou que vai realizar uma inter-temporada de uma semana em São José dos Campos no retorno das suas atividades, visando o segundo semestre.

O início da preparação física e de treinamentos no estádio municipal Mário Martins Pereira iniciará no dia 18 de junho (quarta-feira) e a estadia no Vale do Paraíba vai até o dia 26 do mesmo mês.

"Foram oferecidos vários lugares. Analisamos todas as possibilidades e achamos que São José dos Campos era o local que melhor atendia as nossas necessidades", declarou André Zanotta, superintendente do clube.   



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by