FOTO CAPA

PRO GASTO

Postado às 23h25 desta terça-feira, 11 de fevereiro de 2014
Quem foi a Vila Belmiro ver Leandro Damião, acabou por assistir mais um show daquele que se não for o melhor, sem medo de errar, é um dos três melhores jogadores do Campeonato Paulista, até o momento - Geuvânio. Com dois gols do "Caverinha", o Peixe não brilhou como em outras partidas, mas fez o suficiente para conquistar sua sexta vitória e bater o Comercial de Ribeirão Preto por 2 a 0. Agora, o time praiano tem a melhor campanha do estadual com 19 pontos em 21 disputados e supera o Palmeiras no saldo de gols.

Os dois gols do alvinegro na partida foram de bolas roubadas no campo de defesa e saída em velocidade pro campo ofensivo, que é mortal. No primeiro, Cicinho serviu Geuvânio que com extrema habilidade, driblou o marcador com facilidade e finalizou, e no segundo, Mena roubou e entregou a Leandro Damião que serviu de garçom e rolou para o dono da camisa 10 marcar seu segundo gol no jogo. As duas vezes que o Peixe balançou a rede foi no primeiro tempo.

Na etapa complementar, o time de Oswaldo de Oliveira não demonstrou muita gana para ampliar o placar e inclusive teve dificuldade de criação e penetração na defesa adversária.

No próximo domingo (16), o Peixe enfrenta o Penapolense no estádio do adversário, às 18h30.

A partida contra o Comercial-SP foi transmitida pela Equipe Líder na Super Rádio (1.150 AM), abaixo acompanhe o que melhor foi registrado:

Oswaldo admite que não conhecia Geuvânio


Os gols da partida na voz de Helio Claudino


FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 x 0 COMERCIAL
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro:  Marcelo Henrique de Gois
Renda/Público: R$ 198.944,00/6.865 pagantes
Cartões amarelos: Leandro Damião (SAN); Willian Simões (COM)
Cartão vermelho: Willian Simões, 22'/2ºT (COM)
Gols: Geuvânio aos 12'/1ºT (1-0) e 39'/1ºT (2-0)
SANTOS: Aranha, Cicinho, Gustavo Henrique, Neto e Mena; Alan Santos (Gabriel, 30'/2ºT), Arouca (Leandrinho, 41'/2ºT) e Cícero; Geuvânio (Rildo, 34'/2ºT), Thiago Ribeiro e Leandro Damião. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
COMERCIAL: Marcelo Henrique, Marcos Pimentel, Reniê, Edimar, Willian Simões; Xaves, Marcus Winícius, Marcone, Cacá (Patrick, 26'/2ºT); Cassiano Bodini (Edson, intervalo) e Rodrigo Jesus (Leandro Oliveira, 38'/2ºT). Técnico: Vagner Benazzi.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Aranha: Um expectador de luxo, quase não foi exigido - 6,0 
Cicinho: Bela assistência no primeiro gol. Atacou bastante - 7,0
Gustavo Henrique: A segurança de sempre - 6,5
Neto: Quando sai da área, faz muita falta, porém não comprometeu - 6,0
Mena: Tímido no apoio, roubou a bola que deu origem ao segundo gol -  6,5
Alan Santos: Joga muito mais do que jogou hoje. Um pouco afobado - 6,0
(Gabriel): Entrou com vontade. Jogou pouco - 6,0
Arouca: Não brilhou como em outras jornadas, porém eficiente - 6,5
(Leandrinho):Jogou apenas sete minutos com os acréscimos - sem nota 
Cícero: Recebeu marcação individual e não conseguiu sequer concluir a gol - 6,0
Geuvânio: O melhor do jogo. Dois gols, dribles envolventes e uma variedade de quem amadurece cada vez mais - 8,0 
(Rildo): Não teve tempo para acrescentar nada - 6,0
Thiago Ribeiro: Fez a sua função de abastecer os companheiros e marcar pelo lado esquerdo. Sem brilhantismo - 6,5  
Leandro Damião: Ainda sem ritmo e sem tempo de bola. Destaque pela sua determinação. Não esperem jogadas de grande técnica do centroavante, pois ele não reúne qualidades para isso - 6,5 

Técnico: Oswaldo de Oliveira: Com a chegada de Damião ganhou um problema. Tem um centroavante de ofício, mas perdeu a velocidade e a troca de posicionamentos que o ataque tinha com Gabriel no time - 6,5


Santos tem a melhor campanha do Paulistão desde 2007.

Com a vitória sobre o Comercial, o Santos consegue a melhor campanha nos últimos sete anos, nas primeiras sete rodadas.

O Peixe só teve uma campanha parecida com a desse ano em 2007, quando sob o comando de Luxemburgo, obteve os mesmos resultados - seis vitórias e um empate.

Veja os números nos últimos  dez anos:

2014 - 19 pontos (seis vitórias e um empate)
2013 - 14 pontos (quatro vitórias, dois empates e uma derrota)
2012 - 12 pontos (três vitórias, três empates e uma derrota)
2011 - 15 pontos (quatro vitórias e três empates)
2010 - 16 pontos (cinco vitórias, um empate e uma derrota)
2009 - 10 pontos (três vitórias, um empate e três derrotas)
2008 - 08 pontos (duas vitórias, dois empates e três derrotas)
2007 - 19 pontos (seis vitórias e um empate)
2006 - 13 pontos (quatro vitórias, um empate e duas derrotas)
2005 - 17 pontos (cinco vitórias e dois empates)

                                 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by