FOTO CAPA

PEIXE NA SEMIFINAL

Postado às 11h58 deste sábado, 18 de janeiro de 2014.
O Santos está nas semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2014. Com um futebol convincente, o time de Pepinho Macia venceu o Taboão da Serra por 3 a 0, na Arena Barueri na manhã deste sábado (17). Os "Meninos da Vila" aguardam o vencedor de São Paulo e Atlético/MG que se enfrentam no mesmo estádio às 17h00m, para conhecer o seu adversário na quarta-feira (22). Os gols foram de Paulo Ricardo, Serginho e Diego Cardoso

Apesar da classificação, o Peixe perdeu no mínimo dois jogadores para o próximo duelo na competição. O árbitro (muito fraco por sinal, anulou dois gols legítimos um para cada lado) deu o segundo cartão amarelo para o zagueiro Naílson e para o atacante Diego Cardoso. Ambos vão cumprir suspensão automática na próxima partida. Fernando Medeiros e Stéfano Yuri saíram contundidos e preocupam o departamento médico.

Desde o primeiro minuto de jogo, o Santos se impôs e merecidamente conquistou a classificação. No segundo tempo, o adversário voltou mais ofensivo e deu mais trabalho, mas o Peixe de forma inteligente manteve o resultado.

O time da Vila Belmiro que é o atual campeão busca seu terceiro título da "Copinha". Além do ano passado, o alvinegro também deu a volta olímpica em 1984.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

J.Paulo: Quase não foi exigido - 6,0
Daniel Guedes: Bem marcado, pouco apoiou - 6,0
Paulo Ricardo: Melhorou em relação aos outros jogos e ainda marcou um gol - 6,5
Naílson: Seguro. Recebeu o terceiro amarelo e desfalca o time - 6,0
Zé Carlos: Bela assistência no primeiro gol - 7,0
Lucas Otávio: Regularidade que espanta - 7,5
Fernando Medeiros: Vinha bem e saiu com uma contusão - 6,5
(Diego Santos): Entrou para proteger a defesa. Fez bem sua função - 6,0
Serginho: Começou meio apagado, mas após os 10 minutos melhorou muito. Marcou o segundo gol - 7,0
Jorge Eduardo: Deu trabalho para a defesa adversária - 7,0
Gustavo: Jogou apenas 5 minutos - sem nota
Stéfano Yuri: preocupa para a próxima partida pois saiu com uma suspeita de entorse no joelho - 6,0
(Matheus Augusto): Não tem a mesma característica de Stéfano Yuri. Abusou dos dribles. Sofreu um pênalti e deu um calor nos laterais do Taboão 7,0 
Diego Cardoso: marcou seu oitavo gol, teve outro mal anulado e recebeu o segundo cartão amarelo injustamente. Também é desfalque na semifinal - 7,5

Pepinho Macia: Conseguiu fazer com que o time não perdesse a velocidade e ainda assim protegeu bem a defesa. Nessa partida especialmente beirou a perfeição - 7,5 


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by