FOTO CAPA

EMBALOU

Publicado às 22h48 deste sábado, 24 de agosto de 2013
Atualizado às 18h08 deste domingo: Faleceu neste domingo, aos 83 anos , o goleiro mais vitorioso da história do Santos - Gilmar dos Santos Neves. A pátria espiritual é o seu novo lar.

O ainda em formação Santos, jogou bem e quebrou um incomodo jejum de seis partidas sem vitória no Campeonato Brasileiro ao bater o Vitória/BA por 2 a 0 no estádio da Vila Belmiro. Os gols do Peixe foram do predestinado Gabriel e de Cícero. Agora o time de Claudinei Oliveira contabiliza seis partidas sem derrota (quatro empates e duas vitórias).

Desde o primeiro minuto de partida, o alvinegro da Vila Belmiro se impôs. Em nova jornada inspirada de Montillo, o clube praiano abriu o marcador logo a 8 minutos, após finalização de Gabriel, que começou como titular, tem "estrela" e contou com a colaboração do goleiro Wilson, que não conseguiu segurar o chute do jovem atacante.

Com a entrada de Leandrinho, o time santista perdeu um jogador de mais capacidade técnica, como Marcos Assunção, mas deu muito mais agilidade ao meio-campo. Gustavo na defesa realizava outra boa apresentação como de costume ao lado do capitão Edu Dracena. 

No segundo tempo, o padrão do time da Vila foi mantido. Exceção feita ao lado direito da defesa, onde Galhardo sofria com os avanços de Euler e a necessidade de marcar Vander, ainda assim, o Peixe seguia melhor. Aos 10 minutos, Cícero que não balançava as redes há sete partidas, ampliou. O segundo volante santista é o artilheiro da equipe na temporada com 13 gols e agora também é o artilheiro do Peixe no Brasileirão com 4 (mesmo número de Neilton).

A defesa santista está, após a catástrofe de Barcelona, com números que impressionam: Sofreram apenas dois gols em seis partidas. Curiosamente, os dois gols sofridos foram em Vila Belmiro, contra o SCCP e Vasco.

Para o duelo contra o Grêmio/RS, pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (28), na casa do adversário, o treinador santista não contará com Edu Dracena, suspenso. Durval que cumpriu suspensão deve ser o substituto e Gustavo deve ser mantido na equipe. O empate classifica o alvinegro.

Já para a próxima partida do Santos no Campeonato Brasileiro, sábado (31), no Maracanã, às 21h00, contra o Fluminense, Alison, que recebeu o terceiro cartão amarelo é ausência garantida.

SANTOS 2 X 0 VITÓRIA
Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data e hora: 24/8/2013, às 18h30
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Renda/Público: R$ 157.338,00 / 8.530 pagantes
Cartões amarelos: Renato Cajá (VIT); Alison, Cícero, Montillo e Aranha (SAN)
Cartões vermelhos: Não teve

GOLS: Gabriel, aos 9' do 1ºT (1-0); Cícero, aos 10' do 2ºT (2-0);

SANTOS: Aranha, Galhardo (Bruno Peres, aos 35' 2ºT), Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Alison (Alan Santos, aos 21' 2ºT), Leandrinho, Cícero e Montillo; Gabriel (Everton Costa, aos 23' 2ºT) e Thiago Ribeiro. Técnico: Claudinei Oliveira

VITÓRIA: Wilson, Ayrton, Reniê, Fabrício e Euler; Cáceres, Luís Alberto, Vander (Marquinhos, aos 24' 2ºT) e Renato Cajá (Felipe, intervalo); Maxi Biancucchi (Pedro Oldoni, aos 31' 2ºT) e Dinei. Técnico: Caio Júnior

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Aranha: Seguro como de costume - 6,5
Rafael Galhardo: Sofreu para marcar. Deixou espaços - 5,0 
(Bruno Peres): Jogou apenas 10 minutos - sem nota 
Edu Dracena: Soberano pelo alto fez bela dupla com o jovem Gustavo Henrique. Vai fazer falta em Porto Alegre na quarta-feira - 7,0 
Gustavo Henrique: Não é técnico e sim rebatedor, mas o senso de colocação do defensor é quase perfeito - 7,0
Mena: Não apoiou. Limitou-se a marcar Maxi Biancucchi - 6,0 
Alison: O cão de guarda da defesa. Ainda exagera nos carrinhos, mas está em evolução. Não pode sair do time - 6,5
(Alan Santos): Não tem a mesma pegada de Alison, mas joga de cabeça em pé - 6,0
Leandrinho: Deu mais agilidade ao meio-campo santista - 6,5 
Cícero: Voltou a aparecer como elemento surpresa e marcou um gol - 7,0
Montillo: É o maestro na reconstrução da equipe. Movimentação e assistência constante - 7,5 
Gabriel: Além de ter qualidade, vive um momento fantástico - 7,0
(Everton Costa): Só foi notado quando entrou em campo - 5,0 
Thiago Ribeiro: Ótimo primeiro tempo. Cansou na etapa complementar - 6,5 
Técnico: Claudinei Oliveira: Mostrou coragem ao decidir escalar Gabriel como titular. Acertou em colocar Leandrinho de volta a equipe - 7,0


Papo de Bola

Segue abaixo trecho do site Papo de Bola do gaúcho Edu Cesar: 

A transmissão da Rádio Tupi de São Paulo para Santos x Vitória contou com a participação de Ademir Quintino na reportagem. Até aí em si não tem nada de mais pois é ele o repórter titular do Peixe na emissora. Mas como recordarão, na última quarta-feira ele sofreu um acidente de moto e machucou o joelho a ponto de precisar ser operado, tanto que não trabalhou em Santos x Grêmio. Porém, como achou que faria bem para a autoestima por ser uma grande paixão sua reportar o Peixe, Ademir conseguiu que os médicos o liberassem para trabalhar de muletas ontem na Vila Belmiro. A cirurgia ainda levará alguns dias para acontecer devido ao inchaço no joelho, cujos ligamentos terão de ser refeitos. Após a operação, ele ficará fora de alguns jogos. Que tenha boa sorte! 

http://www.papodebola.com.br/papodemidia/coluna/20130825.htm

 
  

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by