FOTO CAPA

TRATAMENTO DESIGUAL?



Postado às 11h30 desta quarta-feira, 8 de maio de 2013
O vice-presidente do Santos, Dr. Odílio Rodrigues Filho, afirmou em entrevista ao BLOG DO ADEMIR QUINTINO que não acredita que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) liberou o São Paulo para participar de um torneio amistoso internacional, o Audi Cup 2013, na Alemanha, com Milan, Manchester City, e o anfitrião Bayern de Munique, entre os dias 31 de julho e 1º de agosto, na Allianz Arena. Segundo o dirigente, o Santos recebeu o mesmo convite para disputar a competição bem antes do clube do Morumbi, e a entidade negou a solicitação do alvinegro:
Eu acredito nas autoridades que comandam o futebol do nosso país e não faz sentido não liberar um clube e liberar outro. Pedimos duas vezes e na segunda solicitação nos foi negada a liberação da participação” explicou em contato telefônico com o responsável pelo blog na noite de segunda-feira (7).
A Copa Audi é realizada a cada dois anos, e está em sua terceira edição. Porém, ao contrário do que afirma o vice-presidente santista, que acredita piamente na mesma negativa da CBF ao clube “co-irmão”, o site do clube Alemão (Bayern de Munique) confirma a presença do São Paulo no torneio.

Milan, Manchester City, São Paulo, são adversários fortes, que trabalham forte durante a pré-temporada. O Pep Guardiola, técnico do Bayern, terá a possibilidade de avaliar o time, uma semana antes do início da Bundesliga” - disse Matthias Sammer, conselheiro do Bayern de Munique, ao site oficial do clube.

A alegação do departamento de diretoria de competições da CBF para o veto santista é a de que o clube perderia duas rodadas do Campeonato Brasileiro para disputar o torneio, e a CBF não deseja que se repita o mesmo problema que aconteceu em 2011, quando o Internacional/RS ficou com jogos em atraso até as últimas rodadas justamente para participar de uma das edições do mesmo evento naquele ano.
 
A CBF ainda não confirmou oficialmente a liberação ao São Paulo FC, porém se isso acontecer, o Santos pretende (e deve) tomar uma posição sobre o assunto:

Creio que a mesma resposta que tivemos há um mês será dada ao São Paulo. Se não pode pra gente, por quê poderia para eles?" perguntou Odílio. "Não faz sentido não liberar um e liberar outro. Agora se isso acontecer, repito, algo que eu particularmente não acredito, vamos nos reunir e tomar a nossa posição” garantiu o vice-presidente do Santos.

Se o presidente da CBF, José Maria Marin e seus pares, confirmarem a autorização do clube do Jardim Leonor para viajar durante o Campeonato Brasileiro, após a negativa ao Santos, será uma das maiores aberrações e tratamento diferenciado entre os clubes filiados dessa Entidade na história (dois pesos e duas medidas), e requer uma ação combativa e enérgica do Comitê de Gestão do Santos FC, a entidade máxima do futebol brasileiro. 


Será uma dura e vergonhosa derrota do Santos, além do que vai deixar a impressão de que o clube praiano não tem força nenhuma nos bastidores, inclusive a de no mínimo ter um tratamento igual a outro afiliado.

Não custa lembrar que o presidente santista, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, votou no candidato Kléber leite, na última eleição do clube dos 13, ou seja, a favor do candidato da CBF na oportunidade, apesar do ex-presidente do Flamengo, negar de pé junto que não era o candidato da Entidade.

Aguardaremos os próximos capitulos desse episódio.


Atualização: 14h59 desta quarta-feira (8):  Wilson Luis Seneme apitará o jogo SCCP x Santos FC na primeira decisão do Campeonato Paulista/2013 no estadio do Pacaembu, domingo (12).

Curta a Fan Page do blog:




 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by