FOTO CAPA

MENINOS DA VILA LARGAM NA FRENTE, MAS CEDEM EMPATE

Publicado às 20h35 desta quarta-feira, 3 de março de 2021.

O time 'alternativo' do Santos voltou a empatar pela segunda rodada do Paulistão/21 em 1 a 1, diante da Ferroviária, na tarde desta quarta-feira (3), no estádio da Vila Belmiro. O gol do Peixe foi do zagueiro Sabino, que reestreou pelo alvinegro e marcou no seu retorno, após empréstimo ao Coritiba.

O técnico Marcelo Fernandes acabou perdendo quatro  atletas em relação ao time que empatou na estreia do Campeonato diante do Santo André, como visitante, no Canindé. O zagueiro Kaiky Fernandes, o lateral Sandro e o meia Pirani foram integrados ao grupo 1, do considerado time titular e tem grandes chances dos três começarem a partida diante do São Paulo. 

Além da trinca, Jean Mota também ficou de fora da relação do jogo desta tarde. O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que  o jogador teve uma sondagem do Fortaleza, mas a diretoria santista avaliou como um valor muito baixo e rechaçou a possibilidade de negociar o atleta.

Sendo assim, Marcelo Fernandes optou por Balieiro improvisado na lateral com Taílson e Ivonei no meio e Arthur Gomes de falso 9, sendo Alanzinho o escolhido pelo lado esquerdo do campo ofensivo.

Apesar da Ferroviária deixar o Peixe propor jogo, o alvinegro tinha dificuldade de criar jogadas e o time do interior foi mais perigoso e finalizou mais que os donos da casa. 

Ainda assim, o Santos saiu na frente com ótima assistência de Ivonei em uma falta e excelente antecipação de Sabino para a abertura do placar e o Glorioso praiano foi para o intervalo com a vantagem parcial.

Veio a etapa complementar, a Ferroviária em busca do empate e a oscilação de alguns meninos, que é normal. Em uma das chances do time da Morada do Sol, a bola veio da direita para a esquerda e Felipe Marques marcou o gol de empate.

Daí em diante, o técnico Marcelo Fernandes se preocupou em dar 'minutagem' a outros meninos que estavam no banco e o Santos ficou sem forças para buscar o gol que daria a vitória.

O empate em termos de ponto não foi bom, mas tudo normal pela aposta em descobrir novos talentos que a direção vem fazendo.

No próximo sábado (6), com transmissão da ENERGIA 97 FM, o alvinegro vai ao Morumbi e realiza o seu primeiro clássico diante do São Paulo. A partida deve marcar a estreia de Ariel Holán no comando do elenco.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 x 1 FERROVIÁRIA

Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Raphael Claus

Gols: Sabino (SAN) (29'/1T) - (1-0) e Felipe Marques (FER) (20'/2T) - (1-1)

Cartões Amarelos: Santos - Vinícius Balieiro (45'/1T) / Ferroviária - Vinícius Zanocelo (3'/2T) e Bruno Mezenga (33'/2T)

SANTOSVladimir, Vinícius Balieiro, Sabino, Alex e Wagner Palha (Bruno Marques, 13'/2T); Ivonei (Lucas Lourenço, 23'/2T), Kevin Matheus e Taílson (Jhonnathan, 23'/2T); Ângelo, Allanzinho (Fernandinho, 40'/2T) e Arthur Gomes (Guilherme Nunes, 23'/2T). Técnico: Marcelo Fernandes

FERROVIÁRIASaulo, Diogo Mateus, Matheus Salustiano, Xandão e Arthur; Higor Meritão, Zanocello (Rogério, 1'/2T) e Renato Cajá (Anderson Rosa, 29'/2T); Hygor (Yuri, 1'/2T), Bruno Mezenga (Everton 10'/2T) e Felipe Marques. Técnico: Pintado.

Ariel Holán acompanhou o jogo das sociais da Vila.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Vladimir: Fez uma grande defesa no começo do jogo. - 6,0

Balieiro: Dificuldades na posição, que não é sua. Se limitou a marcar. - 5,0

Sabino: Para quem sequer treinou e estava 10 dias parado, demonstrou seu cartão de visita. Tem um jogo aéreo ofensivo muito forte. - 6,5

Alex: Como Sabino também é canhoto foi sacrificado para o lado direito. Não comprometeu. - 6,0

Wagner Palha: Fez um jogo mais seguro na marcação, em relação a rodada passada. Não se aventurou ao ataque. - 5,5

(Bruno Marques): Brigou, buscou jogo, mas sem objetividade. Não teve condições de finalizar na área, seu habitat. - 5,5

Ivonei: Cheguei a citar em um comentário nas minhas redes sociais que o mapa de calor do camisa 45 em outros jogos, não demonstrava toques em progressão. Desta vez ele fez e foi o melhor jogador do time no primeiro tempo. Caiu junto com o time na segunda etapa. - 6,5

(Lucas Lourenço):  Jogou pouco tempo, mas fiquei com a sensação que demonstrou mais personalidade do que nos outros jogos. - SEM NOTA

Kevin Matheus: Jogou em uma posição que não está acostumado, a cabeça da área. É um meia que chega mais a frente do que com funções defensivas. - 5,5

Taílson: Segue sem confiança. Novamente fora de função. Se esforçou, mas não correspondeu. - 5,0

(Jhonnathan): Entrou na ala esquerda e se limitou a marcação. Mais um que estreou no time de cima. - SEM NOTA

Ângelo: Não teve um jogo apoiado (auxílio do lateral) e insistiu em dribles para o meio. - 5,5

Allanzinho: Mais solto em relação a primeira partida. Fez uma fumaça do lado esquerdo no primeiro tempo. Caiu de produção e foi substituído. - 6,0

(Fernandinho): Jogou cinco minutos mais os acréscimos. Valeu pela estreia no profissional. - SEM NOTA

Arthur Gomes: Jogou fora de posição e não correspondeu. - 5,0

(Guilherme Nunes): Tem bom poder de marcação e recuperação de bola. Deu mais poder defensivo ao meio e a defesa. - 6,0

Técnico: Marcelo Fernandes: Não sei se foi a pedido de Holán, mas com a saída de Balieiro do meio-campo, perdeu muito poder de marcação. Deveria ter escalado Guilherme Nunes. Na frente, em vez da improvisação de Arthur poderia ter colocado Bruno Marques desde o inicio. - 5,5


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by