FOTO CAPA

JOÃO PAULO PEGA TUDO E COM LEI DO EX, PEIXE VOLTA A VENCER

Publicado às 08h20 deste domingo, 6 de setembro de 2020.
O Santos se reabilitou no Campeonato Brasileiro, na noite deste sábado (5), em Fortaleza, ao vencer o Ceará por 1 a 0, no estádio do Castelão, em partida válida pela 8a. rodada da competição. O gol do Peixe foi do ex-lateral do time da casa - Felipe Jonatan. Destaque também para a performance do goleiro João Paulo que segurou todos os chutes do ataque do 'Vôzão' na segunda etapa. O time vinha de três jogos sem vitória.

O técnico do Santos - Cuca poupou Sánchez e Soteldo e com isso Arthur Gomes e Lucas Braga começaram como titulares, enquanto os dois primeiros ficaram no banco de suplentes.

O alvinegro chegou ao gol cedo. Aos 9 minutos de jogo, Marinho fez o que quis com o lateral Bruno Pacheco, que viria ser expulso no fim do jogo e cruzou para a grande área, o ala Felipe Jonatan, mesmo não estando de frente, chutou cruzado e a bola entrou no canto esquerdo do ex-palmeirense Fernando Prass, no único gol do jogo.

No primeiro tempo, com um time mais jovem e mesmo tecnicamente inferior, o Santos controlou a partida e não sofreu riscos.

Porém, na etapa complementar foi totalmente inverso. O time da Vila recuou demais suas linhas e não conseguia oferecer perigo no contra-ataque. Não existe nada tão ruim que não possa piorar e com o passar dos minutos e muito tempo para o jogo acabar, a bola queimava no pé dos santistas pois ela batia e voltava, sem sequer passar do meio-campo, pois a equipe de Cuca sequer conseguia manter a posse de bola. 

Entretanto, o jovem João Paulo apareceu mais uma vez e salvou o Peixe de sofrer um gol. Quando ele não conseguiu defender, a trave parou o chute de Vina, atacante cearense.

No último terço do jogo, outro drama. O Santos teve Luan Peres e Alison expulsos, mas o 'Papa da Vila' que veste a camisa 34, como um verdadeiro 'paredão' tratou de garantir os três pontos na bagagem de volta a Baixada Santista que recolocam o Glorioso alvinegro praiano na primeira metade da tábua de classificação.

O Peixe volta a campo na quarta-feira (9), às 21h30, para reencontrar seu ex-treinador Jorge Sampaoli que está no Atlético Mineiro. Cuca terá um enorme problema para escalar o time. O Santos perdeu os zagueiros Lucas Veríssimo que recebeu o terceiro amarelo, Luan Peres que foi expulso e Alison que poderia jogar no setor improvisado, também levou cartão vermelho. o defensor Luís Felipe, substituto imediato dos titulares se recupera de lesão muscular. As opções para o setor são os jovens Alex e Wagner Palha. Madson que é lateral e tem boa estatura não está descartado de atuar pelo setor.

João Paulo foi o maior responsável pela vitória santista. Três defesas importantíssimas no segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 0 x 1 SANTOS
Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Wagner Reway (CBF/PB)

Gols: Felipe Jonatan (0-1, 08'/1ºT)
Cartões amarelos: Luiz Otávio, Bruno Pacheco e Leandro Carvalho (CEA); Lucas Veríssimo, Felipe Jonatan, Kaio Jorge e Lucas Braga (SFC)
Cartão vermelho: Samuel Xavier, Bruno Pacheco e Leandro Carvalho (CEA) e Luan Peres e Alison (SFC).
CEARÁ: Fernando Prass; Samuel Xavier, Thiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles (Bergson, aos 43'2T), Fabinho (Lima, aos 22'2T) e Fernando Sobral; Vinicius, Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves, aos 10'/2T) e Cléber (Rafael Sobis, aos 21'2T). Técnico: Guto Ferreira
SANTOS: João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Pituca e Arthur Gomes (Jobson, aos 32'2T); Marinho (Madson, aos 49'2T), Lucas Braga (Alex Nascimento, aos 43'2T) e Kaio Jorge (Sánchez, aos 32´2T). Técnico: Cuca.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS: 
João Paulo: Três defesas, inclusive com os pés, sensacionais. O maior responsável pela vitória. - 8,5
Pará: Bem posicionado na defesa, guardou o setor. Não apoiou. - 6,0
Lucas Veríssimo: Um monstro na defesa. O defensor mais rápido do elenco. Fará muita falta na quarta-feira, diante do Galo. - 7,0
Luan Peres: Fazia boa partida, porém, um cruzamento em que furou e Rafael Sóbis não acreditou que isso aconteceria perdendo o gol e a expulsão, comprometeram a sua performance. - 5,0
Felipe Jonatan: Não errou nada durante o jogo. Bem na defesa, sua maior carência, ótimo no apoio e maravilhosa finalização para o único gol do jogo. - 8,0
Alison: Não merecia ter sido expulso no fim do jogo. Lance para cartão amarelo. - 5,0
Pituca: Voltou a atuar bem. Só perdeu um lance em toda a partida, em um drible que sofreu de Matheus Gonçalves. Parece ter entrado em forma. Correu por todos os setores. Ajudou muito na marcação. - 6,5
Arthur Gomes: Fora de posição, começou bem alternando com Marinho pelos lados. Depois não manteve o mesmo ritmo. - 6,0
(Jobson): Entrou para segurar a bola. Tem muita habilidade. - 6,0
Marinho: O segundo melhor jogador do país na atualidade, talvez atrás apenas de Everton Ribeiro do Flamengo. Fez tudo na assistência do gol de Felipe Jonatan. O atleta que mais recebe faltas na competição. - 7,0
(Madson): Entrou nos acréscimos, mais para parar o jogo e o ímpeto do Ceará. - SEM NOTA
Lucas Braga: Perdeu uma enorme oportunidade de se tornar titular. Muito empenho, dedicação, mas pouca produtividade. Sumiu em grande parte da partida. - 5,0
(Alex): Entrou no fim do jogo. Um bom posicionamento e um corte providencial no fim da partida. - 6,0
Kaio Jorge: Recebeu muita bola de costas. No segundo tempo se empenhou para ajudar na marcação. - 5,5
(Sánchez): Poupado em razão do desgaste das viagens e o intervalo pequeno entre um jogo e outro, entrou para fazer a ligação e dar qualidade ao meio-campo. Não vive um grande momento e perdeu duas bolas perigosas. - 5,5
Técnico: Cuca: A estratégia só deu certo porque o goleiro João Paulo segurou a bronca no segundo tempo. Demorou para mexer e recuou o time demais. - 6,0


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by