FOTO CAPA

FIM DO TABU DE NÃO VENCER FORA NA ESTREIA DO BRASILEIRÃO

Publicado ás 20h45 deste doming, 28 de abril de 2019.
O Santos é 8 ou 80, Não tem 40. Ou joga demais ou bem de menos. E não podia começar melhor sua trajetória no Campeonato Brasileiro 2019. O Peixe não vencia na estréia fora de casa, há 20 anos. A Última vez que o alvinegro conquistou três pontos fora da Vila Belmiro ou Pacaembu foi contra o Paraná, no Sul do país, em 99. De lá pra cá, foram 11 jogos, com cinco empates e seis derrotas no torneio nacional, porém com gols de Sasha e Felipe Jonatan, o time de Sampaoli jogou essa estatística fora e bateu o Grêmio, em Porto Alegre, por 2 a 1 na manhã deste domingo (28). O gol dos donos da casa foi de Evérton Cebolinha, atleta da Seleção Brasileira.

Por falar em Seleção, Tite foi assistir a partida 'in loco' na Arena Grêmio e ficou satisfeito com a apresentação de Victor Ferraz, como armador do time santista pelo meio, mesmo sendo ala. A lateral-direita é uma lacuna com poucas opções para as convocações do técnico do escrete canarinho.


Sampaoli fez seis modificações em relação ao último jogo diante do Vasco na Copa do Brasil. O argentino sacou de uma só vez - Jorge, Sanchez, Rodrygo, Dérlis e Alisson do time, além da volta de Vanderlei ao gol.

E deu muito certo. O Peixe não atacou tanto, mas soube conter o ótimo toque de bola gremista e só não vou dizer que o Lucas Veríssimo foi 'motorista de Uber com Èverton em seu bolso de acompanhante', porque o talentoso meia-atacante tricolor marcou o gol dos mandantes, no fim do jogo.

Com uma equipe solidária na marcação e rápida na transição com Sasha quase perfeito segurando a bola na frente de pivô e Soteldo, o melhor em campo, quase que sozinho, 'quebrando as linhas' e levando o time na transição ao ataque. 

Com cinco minutos, Sasha marcou um lindo gol e depois Felipe Jonatan ampliou ao ser rápido na antecipação e bater com força de canhota na saída de Paulo Vitor. O Peixe construiu uma ótima vantagem na primeira etapa. 

No segundo tempo, o alvinegro não conseguiu manter a mesma intensidade na marcação e na transição e o time do Sul avançou um pouco as linhas e fez pressão e aí foi a hora de aparecer "VanDEUSlei" de volta, após um período de ausência. O goleiro realizou dois milagres seguidos evitando o gol do time dos Pampas.

Vitória significativa, que dá peso, retoma a confiança e dá mostras que se o time começar bem, pode sonhar com objetivos mais altos na competição de pontos corridos.

Na quinta-feira (2), o Santos volta a campo pela segunda rodada diante do Fluminense, às 19h15, na Vila Belmiro. Para essa partida Dérlis Gonzalez que fui expulso por reclamação é desfalque certo.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1x2 SANTOS
Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Público e Renda: 32.318 pagantes (34.291 presentes) / R$ 1.371.049,00 
Cartões amarelos: Maicon, Kannemann e Matheus Henrique (GRE), Alison, Diego Pituca eDerlis González (SAN)
Cartão vermelho: Derlis González (SAN), após o fim do jogo
Gols: Sasha, 5'/1ºT (0-1), Felipe Jonathan, 34'/ 1ºT (0-2) e Everton, 47'/2ºT (1-2)
GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez (Felipe Vizeu, 28'/ 2ºT); Maicon, Matheus Henrique, Jean Pyerre (Luan, 16'/2ºT) e Alisson (Diego Tardelli, 5'/2ºT); Everton e André. Técnico: Renato Gaúcho.
SANTOS: Vanderlei; Felipe Aguilar, Lucas Veríssimo e Gustavo Henrique; Victor Ferraz, Diego Pituca, Jean Lucas (Carlos Sánchez, 35'/2ºT), Jean Mota (Alison - intervalo) e Felipe Jonathan; Eduardo Sasha (Derlis González, 22'/2ºT) e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.

Vanderlei foi um dos responsáveis pela vitória santista no Sul do país.
NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: O melhor goleiro do país em 15,16 e 17, parece retomar seu ótimo desempenho nessas temporadas. - 7,0
Felipe Aguilar: Um primeiro tempo perfeito. No segundo teve mais trabalho tamanho o ímpeto dos donos da casa. - 6,5
Lucas Veríssimo: Era o responsável na primeira marcação em cima do ótimo Evérton. Deu conta do recado. - 7,0
Gustavo Henrique: Bem posicionado quando o grêmio tentou pelo alto. - 6,5
Victor Ferraz: Jogador de grande qualidade técnica com a bola nos pés. Armava junto com Mota, o time do Peixe 'por dentro'. Deu alguns poucos espaços na marcação. Tite ficou entusiasmado com o ala e não me surpreenderei se o capitão santista for lembrado na próxima convocação. - 6,5
Pituca: Não apareceu tanto como elemento surpresa, mas bem na marcação. - 6,0
Jean Lucas: Fisicamente sobrou. Bem posicionado e com arranques interessantes pelo lado direito. Bela assistência de cabeça no gol de Sasha. - 6,5
(Sánchez): Não entrou tão bem, como em outras vezes, mas pouco participou do jogo. Pouco mais de 10 minutos.- SEM NOTA
Jean Mota: Não fazia má partida. Responsável na transição rápida após as roubadas de bola. levou um pisão no tornozelo antes do intervalo. Foi substituído. - 6,0
(Alison): Bem na marcação. Quando tomava a bola passava para o companheiro. Não foi a frente. - 6,0
Felipe Jonathan: Um cavalo puro-sangue Muita força. Marcou maravilhosamente bem e ainda foi a frente e chuta com força. O ídolo Léo, disse em entrevista ao meu canal no youtube que gostaria de ver o cearense ir mais a frente porque sabia do potencial dele no chute. O ala ouviu, atendeu, se apresentou e fez seu primeiro gol com a camisa do Peixe. - 7,0
Sasha: O que esse homem se movimentou e com inteligência foi uma grandeza. Muita classe para marcar o primeiro gol do jogo. - 7,0
(Derlis González): Entrou para dar velocidade no contra-ataque. Jogador com muita raça, brigador. Expulso no último lane por reclamação. - 5,0
Soteldo: Era o homem responsável por quebrar as linhas e de fato conseguiu. Infernizou a defesa gremista. O melhor do jogo. - 7,0
Técnico: Jorge Sampaoli: Não treinou com essa formação, mas convicto de suas idéias sobre o 'balón' não gostou da apresentação da formação dos últimos treinos e mexeu por atacado. E foi feliz em todas as escolhas. Grande responsável pelos bons momentos do Santos no primeiro semestre. Precisa transformar o desempenho em conquistas. Tem condições para isso. - 7,0



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by