FOTO CAPA

ALELUIA

Postado às 23h47 desta quinta-feira, 29 de Maio de 2014.
O Santos  precisou apenas de 45 minutos para conquistar sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro. O Rei dos empates fez um bom segundo tempo e desta vez não ficou na igualdade. Bateu o Bahia em Feira de Santana por 2 a 0. Os gols do Peixe foram marcados por Alan Santos e Lucas Lima.

Curiosamente o time de Oswaldo de Oliveira ainda não venceu como mandante no Campeonato Brasileiro, mas de forma inversamente proporcional, ainda não foi derrotado como visitante. 

A nota triste do espetáculo, ficou por conta da torcida, que teve que se espremer, foram prensadas no alambrado, crianças com pais chorando nas arquibancadas do estádio, por conta da lotação, e da péssima organização.

O técnico Oswaldo de Oliveira surpreendeu na escalação. Sabedor que o mandante não vencia há três jogos e que iria se mandar pro ataque, o treinador santista sacou o veterano Renato do meio-campo e colocou Jorge Eduardo ao lado de Gabriel e Diego Cardoso no ataque. A intenção era ter um time rápido na frente. Mas o péssimo futebol do Peixe na primeira etapa, aliado ao gramado "medonho" do estádio Joia da Princesa, não permitiram.

No segundo tempo, o alvinegro que venceu a sua segunda partida na competição e ambas vestindo o terceiro uniforme, voltou mais organizado e merecidamente marcou os dois gols que selaram a vitória alvinegra. O primeiro através de uma bola parada desviada por Alan Santos e o segundo em um belo gol "chapado" por Lucas Lima.

O resultado dá uma tranquilidade ausente da Vila Belmiro há três jogos (período em que o time não vencia na competição) e apesar dos 11 desfalques, o time reagiu e desta vez a parte física não foi comprometida.

Domingo (1), às 18h30 no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, o Santos volta a campo pela última vez antes da pausa para a Copa do Mundo e enfrenta o Criciúma.

Com o resultado no nordeste, o alvinegro praiano pulou para a 11a. colocação. Oxalá, o Peixe consiga seus primeiros pontos como mandante no fim de semana e aproveite bem a pausa para o Mundial, para pelo menos sonhar em lutar por uma vaga para a Libertadores da América  do ano que vem.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA X SANTOS
Estádio: Joia da Princesa, Feira de Santana (BA)
Data/hora: 29/5/2014 - 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Cartões amarelos: Cicinho e Alan Santos (SAN); Titi, Fahel (BAH)
Público e renda:  16.842 pagantes / R$ 389.405,00.
GOLS: Alan Santos, 16'/2º (1-0); Lucas Lima, 43'/2º (2-0)
BAHIA: Marcelo Lomba, Roniery, Titi, Demerson, Guilherme; Fahel, Pittoni (Rafinha, 26'/2ºT), Talisca, Barbio; Maxi Biancucchi e Henrique (Eric, 9'/2ºT) - (Jean, 39'/2ºT). Técnico: Marquinhos Santos
SANTOS: Aranha, Cicinho, Neto (Bruno Uvini, 39'/2ºT), Jubal, Zé Carlos; Arouca, Alan Santos (Renato, 26'/2ºT), Lucas Lima; Jorge Eduardo, Diego Cardoso e Gabriel (Giva, 20'/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Aranha: Nenhuma grande defesa - 6,0
Cicinho: Errou muitos cruzamentos. Não deu espaços pela direita - 5,5
Neto: Rebatedor, jogou sério. Perdeu uma bola que proporcionou um contra-ataque após o Peixe abrir o placar - 5,5
(Bruno Uvini): Jogou apenas seis minutos mais os acréscimos - sem nota 
Jubal: Não comprometeu - 6,0
Zé Carlos: No primeiro tempo tava rifando muito a bola. No segundo tempo, bons cruzamentos, inclusive a assistência para o primeiro gol - 6,5
Arouca: Um dos melhores do jogo. Levou a bola do meio para o ataque - 7,0
Alan Santos: Deu início a vitória com um gol de cabeça - 6,5
(Renato): Ficou no banco. O que é normal. Está com 35 anos e sem ritmo de jogo. Não aguenta jogos quarta e domingo continuamente. Curiosamente entrou a frente dos zagueiros como uma autêntico camisa 5 - 6,0
Lucas Lima: Jogou na função que era de Cícero. Não é craque, mas sabe jogar. Está cada vez mais a vontade. Além de armar, tem ajudado muito na marcação - 7,0
Jorge Eduardo: Não aproveitou a oportunidade. Após uma boa Copa do São Paulo, foi um pouco disperso na partida - 5,0
Diego Cardoso: Não teve uma noite digna do artilheiro da Copa São Paulo. Pode render mais - 5,5
Gabriel: O artilheiro do Santos na temporada não teve chances para finalizar. Ainda está preocupado com a contusão muscular que o deixou de fora no fim de semana passado -  5,0
(Giva): Fez o pivô e passou a bola para Lucas Lima no segundo gol -  6,5
Técnico: Oswaldo de Oliveira: Poderia ter substituído um dos jovens que não estavam bem no ataque. Arrumou o time no intervalo do jogo. Peixe parou de rifar as bolas e conseguiu os três pontos - 7,0


Promoção e nova linha de treino

A Vila do Santos continua com promoções de uniformes. Agora, o segundo uniforme oficial do clube (modelo 13/14) está de R$199,90 por R$ 49,90. São R$ 150 OFF!

O desconto é visualizado somente no CARRINHO durante a compra.



                                             


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by