FOTO CAPA

SUB-20 FINALISTA DA C.BRASIL

Postado às 22h32 desta quarta-feira, 6 de novembro
Com técnica e disciplina. Dando o sangue com amor. Pela bandeira que ensina. Lutar com fé e com ardor. Os meninos do sub-20 literalmente encarnaram o trecho do hino oficial do Santos e em um segundo tempo avassalador, massacraram o Atlético/MG por 6 a 1, na noite desta quarta-feira (6), no estádio da Vila Belmiro. Com o resultado, o time de Pepinho Macia vai disputar a decisão da Copa do Brasil sub-20, contra Botafogo ou Criciúma, que decidem a vaga nesta quinta-feira. No jogo de ida da semifinal em Belo Horizonte, o Galo havia vencido por 2 a 0. 

O Peixe teve diversos adversários durante o jogo, não foi só o time mineiro. O relógio também jogava contra. Neílton abriu o placar no primeiro tempo. Em seguida, após penalidade máxima, o Galo empatou e obrigava o time praiano a fazer mais três para obter a classificação. Em uma noite inspirada, Lucas Otávio marcou um golaço e os times foram para o vestiário com a vitória parcial dos donos da casa por 2 a 1.

Mas o melhor estava reservado para a segunda etapa. O time das Minas Gerais teve duas oportunidades para empatar, mas Gabriel, estava próximo da perfeição e defendeu. Quando o goleiro alvinegro não segurou, o travessão estava lá para ajudá-lo.

O técnico santista, Pepinho, filho de Pepe, segundo maior artilheiro da história do Santos, colocou Stéfano Yuri e Jorge Eduardo. O comandante estava iluminado e foi bafejado pela sorte, pois o terceiro e o quarto gols foram de ambos os atletas que haviam saído do banco.

Mas ainda cabia mais. O artilheiro da Copa do Brasil, Diego Cardoso, deixou a sua marca e ampliou a sua vantagem sobre os concorrentes. O jovem marcou seu oitavo gol na competição. E para encerrar com chave de ouro, Zé Carlos bateu falta com perfeição e pôs números finais na goleada - 6x1.

Méritos para os meninos da Vila, que estão muito próximos de uma conquista inédita para o clube. 

Para finalizar, deu uma saudade quando os profissionais faziam isso com facilidade em 2010...


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Gabriel: Um paredão. Pegou tudo. O melhor do jogo - 8,5
Zé Carlos: Voluntarioso, ainda marcou um golaço  de falta - 7,0
Wallace: Cometeu o pênalti que quase pôs tudo a perder - 5,0
Naílson: Perdeu algumas jogadas, mas no geral deu conta do recado - 6,0
Emerson Palmieri: Bem na defesa e ótimo no apoio - 8,0
Lucas Otávio: Marcou um golaço e comandou o meio-campo santista - 8,0
Misael: Jogador de força mas com dificuldades no passe. Foi substituído - 5,5
(Stéfano Yuri): Entrou e marcou um gol - 6,5
Pedro Castro: Não reeditou as ótimas apresentações na categoria, mas mostrou muito empenho - 6,0
(Serginho): Jogou pouco - sem nota
Léo Citadini: Alternou bons e discretos momentos no jogo - 6,5
Neílton: Jogou no sacríficio. Ainda assim marcou o primeiro gol - 6,5
(Jorge Eduardo): Tem estrela. Entrou e marcou o quarto gol - 6,5
Diego Cardoso: Deu uma assistência, marcou um gol e mostrou qualidade durante o jogo. Artilheiro da competição com oito gols - 7,5


                                           


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by