FOTO CAPA

NOITE DE GIVA

Postado aos 59 minutos desta sexta-feira, 22 de março de 2013

Atualizado às 16h52 desta sexta-feira (22): Na reapresentação do Santos nesta sexta-feira (22), os titulares realizaram apenas um trabalho regenerativo na piscina. Neste sábado (23), será realizado a última atividade (rachão) antes do clássico contra o Palmeiras

Desde que Giva chegou à base santista, há aproximadamente um ano, o blog colocou a alcunha no atleta de que ele “fede a gol”. Faltava demonstrar o mesmo faro que o tornou artilheiro do time sub-20, no time profissional. Na sua terceira partida como titular, o atacante demonstrou que merece a brincadeira carinhosa. Com dois gols de Giva (os primeiros dele nos profissionais), o Santos venceu de virada, 2 a 1, o Mirassol, na noite desta quinta-feira (21), no Estádio da Vila Belmiro.

Com cinco desfalques, o Santos fez um primeiro tempo horripilante, sem criatividade, lento e saiu atrás do marcador, chegando à igualdade apenas no final do primeiro tempo. Giva aproveitou um escanteio cobrado por Felipe Anderson.

Na etapa complementar, com a marcação um pouco mais forte, encaixada, a equipe do técnico Muricy Ramalho ainda ficou devendo (muito) na parte técnica, mas foi o suficiente para conquistar a terceira vitória consecutiva na competição e que levou o clube a vice-liderança do campeonato. Desde o início do segundo turno do campeonato brasileiro do ano passado (agosto/2012), o Peixe não conquistava três vitórias seguidas.

O técnico Muricy Ramalho continuará com problemas para escalar o time para a próxima partida, o clássico contra o Palmeiras. Felipe Anderson e Patito, expulsos nos minutos finais na vitória contra o Mirassol; Neymar na Seleção Brasileira; Montillo na Seleção Argentina; Marcos Assunção com lesão de grau um na coxa direita são desfalques certos. O centroavante Miralles, que estava 40 dias sem jogar, deve perder a posição para André, segundo o técnico Muricy disse em entrevista coletiva.

Em compensação, Cícero que cumpriu suspensão retorna contra o alviverde da capital paulistana.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 1 MIRASSOL

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data/hora: 21/3/2013, às 21h
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Renda e público: R$ 92.560,00/ 3.436 pagantes
Cartões amarelos:  Felipe Anderson (2x) (SAN); Emerson e Diogo (MIR)
Cartões vermelhos: Felipe Anderson e Patito
Gols: André Luis, aos 20'1T (0-1), Giva, aos 40'1T (1-1) e Giva, aos 28'2T (2-1)
SANTOS: Rafael, Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Felipe Anderson e Patito (André - 34'/2T); Miralles e Giva (Neílton - 39'/2T). Técnico: Muricy Ramalho.
MIRASSOL: Emerson, Pio, Leonardo, Gian e Diogo; Glauber (Caion - 34'/2T), Alex Silva, Camilo (Mineiro - 27'/2T) e André Luis; Leomir e Tiago Luís (Adilson Bahia - 37'/2T). Técnico: Ivan Bartelo.

NOTAS DOS JOGADORES SANTOS: 

Rafael: Pouco exigido – 6,0
Bruno Peres: Continua pecando na marcação : 5,5 
Edu Dracena: Como de costume, o melhor da defesa. Cobriu com eficiência o lado-direito – 6,5
Durval: Falhou no gol do Mirassol – 5,0
Léo: Começou muito bem, depois cansou – 6,0
Renê Júnior: Não reeditou as últimas apresentações. Errou muitos passes – 5,0
Arouca: Marcou muito e puxou contra-ataques – 6,5
Felipe Anderson: Não aproveitou a oportunidade e ainda foi expulso – 4,5
Patito: Eu sempre espero uma jogada inteligente deste atleta. Doce ilusão. Também foi expulso – 4,5
(André): Deu Azar, pois quando entrou o time ficou com nove em campo e o atacante teve que virar lateral-esquerdo para ajudar a defesa – sem nota.
Miralles: Sem ritmo (não jogava há mais de 40 dias) perdeu duas oportunidades – 4,5
Giva: A noite era dele. Dois gols de oportunismo – 7,5
(Neílton): Apesar de 9 minutos apenas demonstrou personalidade – sem nota 

Técnico: Muricy Ramalho: A disposição no banco tinha poucas opções. Precisa valorizar mais a base que sempre salvou o clube nos momentos mais difíceis – 5,5



Esclarecimento de André

Ao final da partida, pessoas ligadas ao centroavante André procuraram a reportagem deste espaço para esclarecer que não houve atraso por parte do atleta no treino da última quarta-feira (21), e sim um ruído de comunicação. 

O Santos garante que enviou um e-mail ao jogador avisando da alteração do início do treinamento, mas o e-mail não chegou a ele. Como os treinamentos começam sempre às 16 horas, André chegou às 15h45, portanto o jogador não se atrasou, pois ele não foi avisado da alteração” disse um membro do staff do atleta.

Muricy Ramalho perguntado sobre o assunto durante a entrevista coletiva deu de ombros sobre o assunto: “Não sei se ele chegou atrasado, pois a formação que eu ia escalar, não contava com ele, portanto não sei dizer se ele chegou atrasado ou não, pois eu estava preocupado com o time que ia mandar a campo” desconversou o treinador.










 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by