FOTO CAPA

SEGUE O LÍDER

Publicado à 00h04 desta terça-feira, 19 de fevereiro de 2019.
O Santos conquistou sua sexta vitória em sete jogos no estadual. Com dois gols do artilheiro Jean Mota e um do 'rayo' Rodrygo, o alvinegro bateu o Guarani por 3 a 0, no estádio do Pacaembu. Com o resultado, o alvinegro segue na primeira colocação agora com 18 pontos dos 21 disputados.

Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO publicou na véspera, Sampaoli escalou o Santos com apenas um atacante Dérlis Gonzalez e cinco meio-campistas - Alison, Pituca, Sánchez, Jean Mota e Cueva. Sem Luiz Felipe, a defesa teve Gustavo Henrique e Aguilar e Copete que diante do River-URU atuou como atacante foi novamente recuado para ser improvisado como lateral-esquerdo.

O Guarani do técnico Osmar Loss, da escola do corintiano Carile, marcou pressão na saída da defesa santista e com a marcação bem encaixada, trazia problemas aos 'donos da casa', mas com jogadas trabalhadas, envolventes, o alvinegro abriu o marcador ainda no primeiro tempo. Cueva lançou Victor Ferraz que deu o passe para trás, Sánchez errou o chute, mas a bola encontrou o artilheiro do Campeonato Paulista, Jean Mota, que em estado de graça, mandou para o fundo da rede.

Na segunda etapa, Sampaoli colocou Rodrygo aberto pela direita e manteve Dérlis do outro lado, mesmo o paraguaio pendurado com dois cartões. A precisa marcação bugrina não resistiu e se na primeira etapa, o Peixe esteve 'engessado' e burocrático, os 45 minutos finais foram de encher os olhos. 

O meia Jean Mota, de falta, marcou o seu segundo gol da noite, o sétimo em sete jogos na competição e ampliou para 2 a 0.Já quase no apagar das luzes, novamente Jean Mota, lançou Dérlis, que com muita raça chegou na bola e com muita precisão achou Rodrygo. O camisa 11 encerrou o placar de cabeça - 3 a 0.

No próximo sábado (23), estou ansioso para acompanhar como o time de Sampaoli vai encarar o atual Campeão Brasileiro - Palmeiras, no Allianz Parque. Para este compromisso, marcado para as 19 horas, o técnico argentino não poderá contar com Alison, suspenso. 

Jorge Sampaoli tem feito bem para o futebol brasileiro, mas a partida do fim de semana, apesar de não valer título ou classificação, vai dar de fato ao torcedor e a opinião pública a ideia de que estágio, o Peixe se encontra no cenário nacional.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 0 GUARANI
Estádio do Pacaembu - São Paulo (SP)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP) 
Público/renda: 12.952 pagantes (14.708 presentes) /R$ 399.272,00
Cartões amarelos: Alison (SFC) e Victor Ramos, Carlinhos (GUA)
GOLS: Jean Mota 37'/1ºT (1-0), Jean Mota 35'/2ºT (2-0) e Rodrygo 44'/2ºT (3-0)
SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Aguilar e Copete; Alison (Jean Lucas 32'/2ºT), Sánchez (Yuri 39'/2ºT), Pituca e Jean Mota; Derlis e Cueva (Rodrygo 16'/2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli.
GUARANI: Giovanni, Léo Principe, Ferreira, Victor Ramos e William Matheus (Inácio 11'/1ºT); Deivid (Carlinhos 33'/2ºT) e Ricardinho; Lucas Crispim (Álvaro 16'/1ºT), Thiago Ribeiro e Jefferson Nem; Fernando Viana. Técnico: Osmar Loss.

Rodrygo retornou da seleção brasileira sub-20 e em seu primeiro jogo em 2019, marcou o último gol da noite.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Evolui com os pés na saída de jogo. Não foi exigido. - 6,0
Victor Ferraz: Bem no apoio. Foi do ala , a assistência do primeiro gol. - 7,0
Gustavo Henrique: Seguro. Melhorou muito na saída de bola. - 6,5
Aguilar: Tem crescido. Ainda precisa convencer o torcedor santista. - 6,0
Copete: Raçudo, compensa sua falta de técnica com muita disposição  boa colocação. Muita força pelo lado esquerdo no apoio. Na marcação não comprometeu até em razão do time de Campinas não avançar no seu setor. - 6,5
Alison: Cresceu bastante com o argentino no comando, mas não fazia um bom primeiro tempo. Recebeu o terceiro amarelo e desfalca o time diante do Palmeiras. - 6,0
(Jean Lucas): Entrou com o jogo decidido e pouco fez. Valeu pela estreia. No RJ, tem gente que garante que o meia já está vendido para o exterior. - 6,0
Sánchez: Errou o chute que proporcionou o primeiro dos gols de Jean Mota. Não foi brilhante, mas dita o ritmo do meio-campo alvinegro com sua experiência. - 6,5
(Yuri): Jogou pouco mais de cinco minutos. Entrou para dar proteção na cabeça de área. - SEM NOTA
Pituca: Boa dinâmica de jogo. Precisa melhorar o arremate de fora da área. - 6,5
Jean Mota: Bem fisicamente, aproveita a oportunidade de trabalhar com um técnico diferenciado como Sampaoli. Entra na área e finaliza. Além disso, vive ótimo momento com sete gols em sete jogos no estadual. Além dos dois gols, começou a jogada do gol de Rodrygo. - 8,0
Derlis: No primeiro tempo parou na marcação dobrada do Guarani. No segundo teve mais espaços e no lance do último gol demonstrou uma raça para evitar a saída da bola e precisão no cruzamento. - 7,0
Cueva: Tem muito a crescer com sua qualidade quando entrosar com seus novos companheiros. Começou a jogada do primeiro gol. - 6,5
(Rodrygo): Quando entrou pela direita do ataque com Dérlis aberto do outro lado, deu dó dos defensores do time de Campinas que só paravam os atacantes do Peixe com falta. Além de bom jogador, tem estrela e encerrou o placar com um gol de cabeça. - 7,0
Técnico: Jorge Sampaoli: Está muito a frente dos técnicos que trabalham no Brasil. Em pouco tempo deu padrão de jogo e extrai praticamente o máximo do elenco que não é tão qualitativo em algumas posições. O maior responsável pelo grande momento do time. - 7,5

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by