FOTO CAPA

A EXPECTATIVA DA ESCOLHA

Publicado às 18h40 desta quarta-feira,10 de fevereiro de 2016.
O destino de Robinho está próximo de ser anunciado. Atlético-MG e Santos disputam o futebol do Rei das Pedaladas. O final dessa semana tem tudo para ser decisivo pro jogador bi-campeão brasileiro pelo Peixe (2002-2004) definir o seu futuro destino.

O clube mineiro corre contra o tempo, pois precisa inscrever os atletas para a primeira fase da Taça Libertadores até dois dias antes da sua estréia, quarta-feira da semana que vem (17), diante do Melgar, no Peru, ou seja, o  Galo precisa ter assinado com o jogador e ter seus exames médicos até a próxima segunda-feira (15), caso seja esse o caminho do "Rei do Drible".

Já o Santos, aguarda a resposta do jogador desde a primeira quinzena do mês passado. O superintendente do clube - Dagoberto Santos, disse-me em entrevista a Radio Capital - 1,040 AM, ainda na primeira rodada do estadual, no fim de janeiro, que o presidente do clube Modesto Roma Júnior, trata pessoalmente da negociação. O mandatário santista esteve há alguns dias reunido com a advogada do jogador - Marisa Alija. O dirigente tenta agendar uma nova reunião com a representante do atleta para esta semana.

Eu tive a oportunidade conversar com Robinho por duas vezes, nos últimos dias. Uma no fim da semana passada e outra, na segunda-feira de carnaval (9). O atleta evitou, em ambas as vezes, falar sobre seu futuro profissional e apenas garantiu que ainda não tinha definido qual será o seu destino.Também conversei com a advogada do jogador - Dra. Marisa Alija, nesta quarta-feira de cinzas (10). Perguntei se os próximos dias serão os que definirão o destino do atacante.
"Pretendemos definir o quanto antes. Depende das propostas a serem finalizadas disse a advogada ao Blog.
Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, o camisa 7 não assinou nenhum contrato com a Dry World, até o momento. A nova marca que entra no mercado brasileiro, este ano, confeccionará os uniformes do clube das Alterosas. O Atlético-MG conta com a colaboração da empresa canadense para ajudar a pagar os vencimentos do atleta e o jogador tornar-se o garoto-propaganda da mesma. A oferta do time de Belo Horizonte, financeiramente é melhor que a do clube praiano. 

Já o Peixe, conforme o Blog publicou em 9 de janeiro,  já tem a ajuda de um parceiro, que pelo menos por enquanto, não deseja aparecer. O alvinegro arcará com 33% do valor do salário - R$ 200 mil e os outros R$ 400 mil serão pagos com a ajuda de um "sócio". 

Nos corredores da Vila Belmiro, ninguém confirma, tampouco desmentem uma dívida de R$ 3 milhões de reais que o clube praiano possa ter com o jogador, referente a suas duas últimas passagens pelo clube. Cheguei até falar sobre o assunto na quinta-feira passada (4), durante a minha participação como convidado do programa "Os Donos da Bola" da TV Bandeirantes, apresentado pelo ex-jogador de futebol Neto. Robinho também não fala publicamente sobre a questão.

Enquanto não decide, fica de um lado, a ansiedade e a esperança dos torcedores do Peixe em ter Robinho pela quarta vez com o manto alvinegro e os mineiros do Atlético na expectativa de ter um reforço de peso para buscar seu segundo título continental. 

Qual o destino? O fim de semana parece ser o "deadline" (prazo final) para o jogador anunciar a sua decisão. 




 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by