FOTO CAPA

TRÊS PARA VALER UM

Publicado às 07h41 desta quinta-feira, 24 de setembro de 2015.
O Santos deu um grande passo para garantir classificação a fase semifinal da Copa do Brasil. Em Florianópolis, em uma partida que o Peixe não sofreu risco nenhum, Gabriel balançou as redes três vezes para valer um e o alvinegro da Vila volta para a baixada com a vantagem de ter vencido por 1 a 0. Com o resultado, o time santista joga por um empate para enfrentar São Paulo ou Vasco na próxima fase da competição nacional, no jogo da volta, dia 1 no Pacaembu.

O Figueirense não deu um chute sequer a meta de Vanderlei no primeiro tempo e o time do treinador Dorival Junior demonstrou um jogo bem consistente, equilibrado, onde mesmo na segunda etapa, quando finalmente conseguiu o gol que deu a vitória, não foi agredido pelo adversário. 

Logo no incio da partida, após cobrança de falta, Gabriel desviou para o gol, comemorou com a torcida e um minuto depois teve o tento anulado, após o assistente (alguns dizem ter sido avisado pelo quarto árbitro) avisar o juiz e o mesmo anular. Ainda no primeiro tempo, novamente impedido, Gabigol marcou mais um, também invalidado. 

Porém, na segunda etapa, o protagonista da partida sofreu pênalti de Leandro Silva aos 32 do segundo tempo, que ele mesmo converteu. Ricardo Oliveira, após perder três penalidades seguidas, deu a vez para o artilheiro do Peixe na Copa do Brasil e o camisa 10 marcou o seu quinto gol na competição.

Agora, o Santos volta as suas atenções para o Brasileirão. No domingo (27), volta a campo na Vila Belmiro contra o Internacional-RS, às 11 horas e para este duelo não contará com os titulares David Braz e Ricardo Oliveira, suspensos. Paulo Ricardo e Nilson devem ser os substitutos.

O Peixe segue firme, rumo ao título da Copa do Brasil, competição em que conquistou em 2010 e através dela garantiu vaga na Libertadores do ano seguinte para também conquistar a América.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 0 x 1 SANTOS 
Estádio Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Público e renda: 9.212 pagantes - R$172.590,00 
Cartões Amarelos: Leandro Silva (FIG); Gabriel e Victor Ferraz (SAN)
Gol: Gabriel, 33'/2ºT (0-1)
FIGUEIRENSE: Alex Muralha; Leandro Silva, Thiago Heleno, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso. Dener (Jefferson, 35'/1ºT) (Rafael Bastos, 34'/2ºT), João Vitor, Fabinho e Yago; Clayton e Marcão (Thiago Santana, 25'/2ºT) – Técnico: Hudson Coutinho.
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima (Serginho, 40'/2ºT); Gabriel, Marquinhos Gabriel (Marquinhos, 37'/2ºT) e Ricardo Oliveira (Nilson, 49'/2ºT) – Técnico: Dorival Júnior.

Jogadores do Santos comemoram o gol que deu a vitória no Orlando Scarpelli. Peixe deu grande passo para a classificação.

NOTAS DOS JOGADORE DO SANTOS
Vanderlei: Expectador de luxo. O Figueirense não existiu no ataque. - 6,0
Victor Ferraz: Na defesa, pouco trabalho e teve oportunidade de apoiar bastante. - 6,5
David Braz: O arroz com feijão bem temperado. - 6,5
Gustavo Henrique: Seguro, quase marcou um gol após cobrança de escanteio de Lucas Lima. Partida quase perfeita. - 7,0
Zeca: Marcava o melhor jogador do Figueirense - Clayton. Ainda assim foi bem a frente e trocou bons passes - 6,5
Thiago Maia: Roubou muitas bolas sem cometer faltas e ainda apareceu na frente. Partidaça. - 7,0
Renato: Não foi tão eficiente no seu melhor que é a qualidade do passe. Coordenou a defesa- 6,0
Lucas Lima: O motor do time. Se movimenta o tempo todo. Vive ótima fase. Melhor coordenador de jogadas do país. - 7,5
(Serginho): Jogou apenas quatro minutos - SEM NOTA
Gabriel: Marcou três para valer um. Bem nos arranques e nas jogadas individuais. Muito bem posicionado - 8,0
Marquinhos Gabriel: Bom jogador. Foi dele o lançamento para o pênalti sofrido pelo seu "quase" xará - 6,5 
(Marquinhos): Entrou após o gol em razão de Gabriel já ter cartão. Teve oportunidade de puxar alguns contra-ataques, mas não teve capacidade de executar - 5,5
Ricardo Oliveira: Com exceção de um giro e uma disputa na pequena área, pouco finalizou. Foi humilde e deixou o jovem Gabriel bater o pênalti após ter perdido algumas cobranças na temporada .- 6,0
(Nilson): Outro que entrou no fim e não teve tempo para muita coisa. - SEM NOTA
Técnico: Dorival Júnior: Tem o time na mão e graças a ele, o Santos ainda pode ser campeão novamente no ano e disputar a Libertadores do ano que vem. Seu estilo ofensivo fez com que o Peixe parecesse o mandante na partida fora de casa. - 7,5

A única emissora de São Paulo em Floripa

A Rádio Capital - 1.040 AM foi a única emissora de rádio de São Paulo presente no estádio Orlando Scarpelli para transmitir a vitória do Peixe na partida de ida diante do Figueirense pela Copa do Brasil. 

Thiago Maia

O volante que negocia a sua renovação com o Santos, disse a este que vos escreve no microfone da Rádio Capital, antes de a bola rolar que deseja continuar no Santos:
"Lógico que quero ficar. Em breve, até a próxima semana no máximo, eu e minha mãe devemos nos manifestar. Já falei a meu empresário que desejo continuar no Santos" disse o camisa 29.




 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by