FOTO CAPA

AINDA NÃO CAIU NA CONTA

Publicado às 13h10 desta terça-feira, 13 de janeiro de 2015.
A crise financeira vivida pelo Santos, os prejuízos que o clube pode sofrer com a debandada de jogadores por falta de pagamento, 13o., direitos de imagem e fundo de garantia são incalculáveis e sem precedentes.

Pelas informações que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, o empréstimo que o presidente Modesto Roma Jr tentou contrair para quitar dois salários e direitos de imagem relativos a outubro e novembro, não foi autorizado pela instituição bancária em razão da mesma querer descontar os valores que já foram emprestados ao clube no ano passado, onde o avalista é o ex-presidente Odílio Rodrigues. O novo mandatário não aceitou. 

As informações do valor do empréstimo que o Peixe desejava para os últimos dias não foram confirmados por todas as fontes, entre eles funcionários do clube, mas gira em torno de R$ 12 milhões. Se os valores do último empréstimo fossem descontados, seriam insuficientes pros dois pagamentos.

Sendo assim, o clube corre contra o tempo e procura alternativas para diminuir os prejuízos. Na reapresentação dos jogadores, na última quinta-feira (8), o atual presidente santista prometeu pagar dois de três salários atrasados no dia seguinte, enquanto os compromissos de dezembro e o 13º seriam pagos até o fim do campeonato paulista. 

Sendo assim, até a abertura dos bancos nesta terça-feira (13), o elenco seguem sem receber e a grande maioria dos jogadores demonstra irritação com a demora.

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by