FOTO CAPA

O SANTOS É DO MUNDO

Publicado às 12h33 desta sexta-feira, 12 de dezembro de 2014.
Para se amar o Santos basta ter, apenas, bom gosto. Seja nascido na baixada santista ou no Azerbaijão, do Oiapoque ao Chuí. De Leste a Oeste, de Norte a Sul. 

O Santos não é da cidade de Santos e sim do santista. O santista de Santos tem que ser respeitado e ter o mesmo valor do santista de São José do Rio Preto, do Mato Grosso, do Paraná e da Noruega, por exemplo.

E torcer, não é apenas ir ao estadio, apesar de ser muito importante, e se possível, é muito válida a ajuda de uma torcida presente onde o "Leão do Mar" jogar. Mas se fosse assim, não seriam tantos quanto somos, apesar de não sermos uma das três maiores torcidas do país.

Torcer e muito pelo Santos é simplesmente amar um clube com o qual você sofre, chora, vibra, discute, se enerva, delira, sorri, enfim, sente algo que não se pode explicar, independente de onde resida.

Não podemos ser injustos e muito menos xenofóbicos, em criticar, muito menos desmerecer, pessoas que tem o mesmo amor pelo clube e que por questão geográfica vivem em outra região. 

Além dos santistas de Santos, da baixada, da capital e de outros locais do país, existem outras centenas ou até milhares de torcedores espalhados pelo mundo que ouvem e assistem os jogos do time pela internet, com o fuso horário diferente. Eles também adquirem "souvenirs" oficiais do clube, tudo em nome do amor maior que é o alvinegro praiano, que ultrapassa fronteiras e não tem limites. 

A geração de Pelé conseguiu esse feito, que só aumentou ano após ano. Não se dever desperdiçar o prestígio e os torcedores que o clube adquiriu ao longo de décadas. Se possível, tem mais é que aumentar isso. 

Se já não bastasse a divisão que acontece no momento com os ataques, até pessoais, nas defesas dos candidatos, em razão das eleições no clube, para que mais uma outra divisão entre os santistas que moram na baixada e os que estão mais distantes?

Embaixador é o título diplomático de mais alto nível acreditado junto a um Estado estrangeiro ou organização internacional, encarregado de chefiar a missão de seu país.

Sendo assim, por tudo que realizou e ainda vai realizar o Santos foi, é e continuará sendo o "Embaixador do mundo". 


Tudo pronto

Neste sábado (13), após o cancelamento do pleito elitoral no fim de semana passado, ocorre as eleições para a presidência do Santos FC - O destino do clube está em suas mãos, associado. 

A votação, pelo menos por enquanto, está mantido através das urnas eletrônicas. O candidato Orlando Rollo tentou, mas o juíz Dario Gayoso Júnior da 8ª Vara Cível de Santos negou, o pedido da chapa "Pense Novo Santos" para que fosse substituída a votação eletrônica por cédulas de papel. Não está descartada a possibilidade do presidenciável tentar recorrer ao Tribunal de Justiça em São Paulo, nesta sexta-feira (12).

As eleições acontecem entre as 10 e as 18 horas, na Vila Belmiro e na sede da Federação Paulista, em São Paulo. Para votar, o associado tem de estar em dia com o clube, levar um documento de identificação e a carteita social. Aquele que estiver sem a carteira do clube, tem que se dirigir a secretaria social e obter uma autorização. 

No total, quatorze urnas foram instaladas para o pleito. Quatro estarão  na Federação Paulista de Futebol, na capital e outras dez no Ginásio Athiê Jorge Cury dentro do Estádio da Vila Belmiro, em Santos.

De acordo com o novo estatuto, as chapas que conseguirem ao menos 20% dos votos, terão direito de ter a representatividade proporcional de cadeiras no Conselho Deliberativo. Serão eleitos 234 novos conselheiros.

A expectativa é que de 5 a 7 mil sócios comparecam as urnas neste fim de semana. São 19 mil aptos a votar.

Independente de quem vença, a eleição é soberana e tem que ser respeitada. 

Boa sorte aos candidatos: José Carlos Peres (vice- Antonio C. Cavaco), da chapa "Santos Vivo"; Nabil Khaznadar (vice- Carlos Fonseca), da "Avança, Santos"; Orlando Rollo (vice- Vagner Lombardi), da "Pense Novo Santos"; Modesto Roma Júnior (vice- Cesar Conforti), da "Santos Gigante"; e Fernando Silva (vice- Reinaldo Guerreiro), do "Mar Branco" e indubitavelmente que vença aquele que for melhor para o clube.


Modesto Roma

O candidato a presidente do Santos, Modesto Roma procurou o Blog do ADEMIR QUINTINO, através de sua assesoria, nesta quinta-feira (11). Os mesmos enviaram uma nota sobre a publicação - "VILA, PACAEMBU OU NOVA ARENA?". O presidenciável que deu entrevista a este espaço no dia 26 de outubro, acrescentou ao seu plano de gestão, uma nova idéia a respeito do tópico:
"Vamos jogar onde tiver torcida do Santos e quando for bom para os nossos objetivos, destacando que nestas ocasiões o associado terá seu direito respeitado de cadeiras e locais cobertos como se estivesse na Vila Belmiro conforme seu ingresso adquirido", disse.

                                        

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by