FOTO CAPA

MELANCÓLICO

Publicado às 22 horas deste domingo, 16 de novembro de 2014.
Não poderia ser mais triste, as últimas partidas do Santos na temporada 2014. Nem mesmo a Vila Belmiro, até então temida pelos adversários, tem feito a diferença. O Peixe colecionou sua sétima partida sem vitória, em seu maior jejum na temporada. Neste domingo (16), o alvinegro perdeu em casa para o Cruzeiro (0-1). Na baixada santista, foi o quarto insucesso seguido (os outros foram Fluminense, Internacional e Cruzeiro, um pela Copa do Brasil e outro pelo Brasileiro). O time de Enderson Moreira não vence desde 19 de outubro. A último sabor de três pontos foi contra o Palmeiras no Pacaembu (3-1).

Quanto a partida em si, pouco a comentar. O Santos teve uma ótima oportunidade nos pés de Gabriel antes dos 15 minutos da partida. O camisa 10 entrou sozinho na frente do goleiro Fábio e perdeu uma ótima chance. Daí em diante, um time sem alma, com pouco "tesão" e que burocraticamente aguardava o fim do jogo acabar. Há dois minutos do fim, o time trocando bola na defesa, como se tivesse com o resultado favorável.

Nem mesmo Robinho, homenageado com a camisa 100 pelo centésimo gol pelo clube anotado no primeiro dia de outubro e que virou uma promoção e marketing que vendeu camisas com o número centenário, não conseguiu produzir alguma coisa.

O Cruzeiro também não exercia nenhum primor técnico digno da primeira colocação, mas tinha e era o único interessado por algo e após Renato Goulart ter espaço no meio, ele caminhou, tabelou com William e fez o único gol da partida para a tristeza dos quatro mil pagantes em uma tarde ensolarada em Santos.

O time agoniza, já pendurou uma "bota de feltro" na janela de frente do quarto na espera pelo papai noel e  aguarda o fim da temporada chegar. Faltam quatro compomissos. Atlético-PR (F), São Paulo (em Cuiabá-MT), Botafago (C) e Vitória-BA (F).

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 0 x 1 CRUZEIRO
Vila Belmiro
Árbitro: Alinor Silva da Paixão - (MT)
Cartões amarelos: Alison e Lucas Lima (Santos); Henrique (Cruzeiro)
Público e renda: 4.099 pagantes/ R$ 126.115,00
GOL: Ricardo Goulart, aos 7'/2°T
SANTOS: Aranha; Cicinho, Bruno Uvini, Neto e Caju (Zeca, aos 23'/2°T); Alison, Renato e Lucas Lima; Rildo (Thiago Ribeiro, aos 13'/2°T), Robinho e Gabriel (Jorge Eduardo, aos 29'/2°T). Técnico: Enderson Moreira.
CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Manoel, Bruno Rodrigo e Samudio; Nilton, Lucas Silva (Henrique - intervalo) e Ricardo Goulart (Willian Farias, aos 38'/2°T); Marquinhos, William (Éverton Ribeiro, aos 29'/2°T) e Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira.


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Aranha: Nenhuma grande defesa. Sem culpa no gol sofrido. - 5,5
Cicinho: Dificuldades para marcar. Até se aventurou ao ataque com pouco produtividade. - 5,0
Bruno Uvini: Entregou a "paçoca" de forma indireta. Não falhou de forma tão contundente como nos dois jogos anteriores, mas deu o bote errado no lance do gol. - 4,5
Neto: Foi mais seguro que seu companheiro de defesa. Ainda deu uma cabeçada em bela defesa de Fábio há poucos minutos do fim. - 6,0 
Caju: É talentoso, porém precisa corrigir uma das poucas deficiências que tem - a marcação. É apenas seu primeiro campeonato no time de cima e tem condições de corrigir esse defeito. - 5,0
(Ze Carlos): Pouco tempo para mostrar algo. - 5,0
Alison: Não teve o mesmo percentual de desarmes de outros jogos. - 5,0
Renato: Bastante apagado. Partida bem tímida. - 5,0
Lucas Lima: Pode render muito mais. Melhorou bem pouco na segunda etapa. - 5,5
Rildo: Não criou, não finalizou. bem substituído. - 5,0
(Thiago Ribeiro): Voltou após duas contusões. Sem rítmo de jogo, pouco acrescentou - 5,0
Robinho: Até se movimentou, mas sucumbiu com os demais companheiros. - 5,0
Gabriel: Teve a bola do jogo para o time abrir o placar e desperdiçou. Foi aplicado taticamente. Técnicamente tem condições de render muito mais.  - 5,0
(Jorge Eduardo): Pouco tem aproveitado as oportunidades quando entra. - 5,0 
Técnico: Enderson Moreira: Não deu para entender o time com um centroavante de área, experiente, jogador precisando se recuperar e coloca um menino. Me refiro o técnico prefer colocar Jorge Eduardo a Leandro Damião na segunda etapa. - 5,0


Domícilio Eleitoral

O associado do Santos que desejar votar a presidente do clube na cidade de São Paulo deverá registrar essa intenção em um link na página (http://www.santosfc.com.br/eleicoes2014/), ou na Secretaria Social do Santos FC, no estádio da Vila Belmiro.


Em São Paulo, o local de votação será no prédio da Federação Paulista de Futebol, na Barra Funda. O prazo para a mudança de domicílio eleitoral vai até o dia 21 de novembro.


"Arriba Jabaquara"

O Jabaquara AC, clube da colônia espanhola e um dos fundadores da Federação Paulista completou neste sábado (15) 100 anos. 

O clube que tem seu estádio na zona noroeste da cidade de Santos já revelou entre outros, o goleiro Gilmar, bi-campeão mundial com a Seleção Brasileira e bi-campeão mundial de clube do Santos.

Eu tenho orgulho, de alguma forma, ter feito parte dessa história por dois anos (1991 e 1992). 

                                               

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by